No âmbito da preparação do plano de atividades para 2024, a Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e do Ribatejo está a promover, esta semana, um ciclo de reuniões com agentes do território.

Segundo a informação divulgada pela ERT, “este é um roadshow de trabalho por toda a nossa área de intervenção, juntando em cinco sessões um número superior a duas centenas de agentes, entre empresas, redes de oferta e municípios”.

A primeira sessão teve lugar em Évora, na passada segunda-feira, seguindo-se, ao longo da semana, reuniões em Portalegre, Santarém, Alcácer do Sal e Beja.

Em declarações aos jornalistas, à margem da ação realizada em Évora, o presidente da Turismo do Alentejo e Ribatejo, José Manuel Santos, disse que “o objetivo é preparar o ano de 2024, o que naturalmente implica perceber como é que está, neste momento, o turismo no território”.

Destacou que “já aprovámos as Grandes Linhas de Orientação para 2024 na nossa Comissão Executiva e já ouvimos o nosso Conselho de Marketing, ou seja, já ouvimos o órgão representativo dos empresários, mas queremos ter um quadro de escuta ativa mais alargado”.

O mesmo responsável frisou que com este roadshow “pretendemos ouvir contributos, propostas e sugestões dos nossos empresários, das câmaras municipais e das associações que gerem as redes de oferta”.

Acrescentou que “já tivemos de definir um quadro orientador e submeter um projeto de orçamento ao Ministério das Finanças, mas há muitos aspetos da nossa orientação operacional para 2024 que estão completamente em aberto”, considerando que “é um momento muito importante para tentarmos melhorar aquilo que é a nossa estratégia promocional do próximo ano”.

De acordo com José Manuel Santos, “estamos com mais de duas centenas de inscritos, o que é muito significativo”, realçando “a presença de presidentes de câmaras municipais e empresários”.

A esse respeito, especificou que “os empresários estão em contacto direto com os turistas e os autarcas têm uma visão muito integrada do seu território”, mostrando-se convicto de que “quando sairmos da última sessão em Beja estaremos muito melhor preparados para enfrentar 2024 do que estamos hoje”.

O presidente da Turismo do Alentejo e Ribatejo recordou que “já fizemos estas sessões anteriormente e fortalecem os projetos e legitimam muito a estratégia”, reiterando que “temos a Comissão Executiva, o Conselho de Marketing ou a Assembleia Geral, que são muito importantes, mas discutirmos isso com mais de 200 agentes públicos e privados é também muito relevante”.

Evidenciou ainda que “há vários temas para falar em pormenor, mas interessa-nos muito ouvir os municípios e as empresas sobre aquilo que tem sido o modelo de participação da Turismo do Alentejo e Ribatejo na BTL”, adiantando que “achamos que há um espaço para reformular e para dinamizar, vamos apresentar uma proposta nas sessões e vamos ouvir no sentido de melhorar essa participação”.

Outro tema em destaque é o Festival de Caminhadas “Transalentejo”, especificando José Manuel Santos que “já vai na terceira edição e o modelo está mais ou menos estabilizado”, anunciando que “vamos começar já a trabalhar com os municípios na preparação e operacionalização da próxima edição que vai começar em meados de outubro”.

Avançou ainda que, “para o ano, esperamos também começar a organizar um festival de caminhadas no Ribatejo”.

Texto: Redação DS / Marina Pardal
Fotos: DS

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

EHT Portalegre é a escola mais eficiente da rede do Turismo de Portugal

A Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre é a melhor representante das escolas do Turi…