Este ano, a Feira da Luz foi palco de uma experiência ambiental inovadora, que promoveu a compostagem como forma de reaproveitar os restos de alimentos.

Para além das embalagens, seis das doze tasquinhas aderiram à separação de resíduos orgânicos, como cascas de legumes, borras de café e restos de alimentos.

Esta iniciativa contou com o apoio de quatro jovens voluntários, com um papel fundamental no processo de recolha e sensibilização.

Foram aproveitados importantes recursos: orgânicos  – 150 kg; vidro  – 2,5 m3; plástico e metal  – 13 m3; cartão – 12,5 m3; óleo alimentar – 55 litros.  Os resíduos orgânicos separados foram pesados e colocados numa ilha de compostagem, onde serão transformados em composto para enriquecer os nossos jardins, no âmbito do projeto recolhabio, do Fundo Ambiental. As embalagens de vidro, papel, plástico e metal serão encaminhadas para empresas de reciclagem através da GESAMB, EIM. Os óleos alimentares foram colocados nos óleões da via pública, sendo depois recolhidos por empresa de reciclagem.

Fonte: Nota de Imprensa / Câmara Municipal de Montemor-o-Novo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

“Projetos do Programa Ambiente para Adaptação Climática” foram debatidos na CCDRA, I.P.

A Secretaria-Geral do Ambiente promoveu, no passado dia 23 de maio no auditório da CCDR Al…