Depois de no passado dia 9 de maio, dia da Europa ter sido divulgado no auditório da CCDR Alentejo,IP o projeto ‘Escola da Coesão’, que surgiu numa perspetiva de promoção da capacitação institucional e do ecossistema dos Fundos à escala da região Alentejo com um foco especial junto dos jovens e instituições com o intuito de dar a conhecer o impacto da politica da União Europeia (UE) neste território, foi assinado a 20 de julho na CCDR Alentejo,IP o Protocolo da Escola da Coesão.

O Protocolo agora assinado, integra a Estratégia de Desenvolvimento do Alentejo 2030, num dos desafios estratégicos que tem a ver com o reforço da ação coletiva regional e resulta de um trabalho conjunto para a implementação do projeto Escola da Coesão.

Trata-se de uma iniciativa com potencial agregador e de desafio para os agentes do território, relacionada com capacitação das pessoas, das instituições e do ecossistema dos Fundos à escala da região Alentejo, com o objetivo de dar a conhecer o impacto da politica europeia e porque a boa governação é fundamental na definição das políticas públicas.

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, I.P assume a liderança do projeto que tem como parceiros a Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo (ADRAL), responsável pelo, Centro Europe Direct do Alentejo Central e Litoral, a Associação de Defesa do Património de Mértola (ADPM), responsável pelo Centro Europe Direct do Baixo Alentejo, o Centro de Competências de Planeamento, de Políticas e de Prospetiva da Administração Publica, as Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo, Alentejo Litoral, Baixo Alentejo e ainda a Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares o Instituto de Emprego e Formação Profissional o Instituto Padre António Vieira os Instituto Politécnico de Beja de Portalegre e Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), responsável pelo Centro Europe Direct do Alto Alentejo, bem como o Instituto Português do Desporto e Juventude, o Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia e a Universidade de Évora.

O presente Acordo que foi assinado visa a implementação do projeto Escola da Coesão, pretende dinamizar uma cultura colaborativa de território, em ambiente escolar, associativo, recreativo e cultural, à luz da transição digital, energética e ambiental em curso.

A Escola da Coesão, representa uma visão integrada do conceito “Escola” em sentido amplo e abrangente do termo, não só como local físico, mas, fundamentalmente, como espaço onde os jovens desempenham um papel ativo no diálogo estruturado das aprendizagens formais e informais, apreendendo a realidade vivenciada com abertura para um futuro sem barreiras geográficas, com igualdade de direitos e oportunidades.

O protocolo agora assinado para a ‘Escola da Coesão’ enquadra‐se em quatro dos objetivos estabelecidos na Estratégia Europeia para a Juventude 2021‐2027, Conectar a União Europeia com a Juventude, Promover sociedades inclusivas, Fomentar a informação e o diálogo construtivo, Criar espaços de participação para todos.

Fonte: Nota de Imprensa / CCDR Alentejo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Resultados da Campanha do Banco Alimentar de Évora, nos dias 2 e 3 de dezembro

Sob o mote “A sua ajuda pode ser o que falta à mesa de uma família”, recolheram-se 36.000 …