O Coro Mateus D’Aranda e a Orquestra Clássica da Universidade de Évora vão atuar no dia 1 de abril, pelas 18h, na Igreja Matriz de Reguengos de Monsaraz. O Concerto de Páscoa promovido pelo Município de Reguengos de Monsaraz terá no repertório a Sinfonia n.º 49 em Fá Menor, La passione (1768), de Joseph Haydn, e a Missa em Dó Maior, K. 167, In honorem Sanctissimae Trinitatis (1773), de Wolfgang Amadeus Mozart.

O Coro Mateus D’Aranda vai ser dirigido por Gonçalo Gouveia e a Orquestra Clássica da Universidade de Évora tem como maestro Pedro Amaral. Esta orquestra foi fundada em 1988 pelo professor Max Rabinovitsj no âmbito da expansão e desenvolvimento da Licenciatura em Música, constituindo-se como um instrumento pedagógico e como um projeto artístico.

Quando foi formada era a única orquestra universitária em Portugal. A partir de 2020, o maestro Pedro Amaral assume a liderança da orquestra e define uma nova dinâmica com quatro projetos anuais, integrando coro, solistas, vocais e instrumentais, mas também mobilizando os professores e os alunos para um projeto artístico comum.

Fonte: Nota de Imprensa / Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Os Anjos vão cantar na passagem de ano em Reguengos de Monsaraz

O Município de Reguengos de Monsaraz vai organizar um espetáculo de passagem de ano no cen…