O presidente da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, Luis Miguel Duarte, e os responsáveis pela empresa Chocalhos Pardalinho, Guilherme Maia e Francisco Cardoso, foram recebidos, no passado dia 25 de janeiro, no Vaticano, pelo Papa Francisco, na habitual audiência pública, que ficou marcada pela oferta de um exemplar de um chocalho.

O encontro revestiu-se de grande importância para alertar para a salvaguarda do fabrico de chocalhos, uma arte secular, transmitida de geração em geração, e classificada pela Unesco como Património Cultural Imaterial da Humanidade com Necessidade de Salvaguarda Urgente, desde 1 de dezembro de 2015. De salientar que o fabrico de chocalho constituí não apenas uma marca identitária da freguesia de Alcáçovas, mas da região Alentejo.

Recorde-se que o processo de candidatura que teve âmbito nacional, coordenado pelo antropólogo Paulo Lima, foi liderado pela Turismo do Alentejo e Ribatejo, em colaboração com a Câmara Municipal de Viana do Alentejo e a Junta de Freguesia de Alcáçovas.

Fonte: Câmara Municipal de Viana do Alentejo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Veja também

Moura faz parte da Rede de Autarquias que Cuidam dos Cuidadores Informais

A Câmara Municipal de Moura foi distinguida pelo Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais…