A Feira Medieval Ibérica de Avis regressa ao centro histórico da vila de Avis, no distrito de Portalegre, entre os dias 13 e 15 de maio, depois de dois anos de ausência devido à pandemia por covid-19.

Este evento anual, que se realiza desde 2003, traz habitualmente a Avis largas centenas de visitantes. É de entrada livre e segue pela noite dentro num fim de semana histórico.

O evento está pensado para atrair famílias para vivenciar a história e as tradições, num cenário contextualizado pelo património arquitetónico. Dispõe de um espaço lúdico para as crianças com atividades pedagógicas.

Para comer, os visitantes dispõem da zona do “Terreiro do Convento” com tasquinhas exploradas por associações e coletividades locais e que apresentam ementas diversificadas com produtos típicos da região. Existem também outros espaços de venda de comidas como os kebab vendidos pelos “árabes” na zona da “mouraria”, ou outros espaços de venda de crepes, pão com chouriço, fogaças, entre outras iguarias.

O espaço da feira dispõe de diversas bancas de venda de produtos tradicionais, como vinhos, mel, enchidos, doces e licores, chás, especiarias, frutos secos, bem como espaços de venda de artesanato do Alentejo, sabonetes, roupa, brinquedos artesanais e peças de adorno.

“Pretende-se recriar um ambiente que transporte os visitantes para a Idade Média, vivenciando episódios históricos, sentido a dinâmica, os ritmos e os sabores dos tempos medievais. Muito mais do que um evento de lazer, a Feira Medieval de Avis é um evento histórico”, refere Nuno Silva, presidente da Câmara Municipal de Avis, que convida os portugueses a passarem o fim de semana na região.

“D. João I e a Ínclita Geração – Guerra, Paz e Alianças” é o tema deste ano, sendo explorados diversos momentos históricos ligados a este período da história – “uma boa oportunidade de partilhar com os mais novos a história viva, acrescenta Nuno Silva”. Todos os anos é escolhido um tema diferente, retratando a importância da Ordem Militar de S. Bento de Avis ao longo dos séculos na História de Portugal.

A programação integra conferências temáticas, atividades lúdicas e pedagógicas direcionadas para o público infantil, cortejos, representações teatrais, danças medievais, espetáculos de malabares de fogo, torneios de armas a cavalo.

O principal objetivo da Feira Medieval Ibérica de Avis é recriar episódios históricos ligados à Ordem Militar de S. Bento de Avis. Tendo sempre presente a fidelidade à realidade histórica, o programa da Feira integra um conjunto bastante diversificado de atividades de forma a abranger um público alargado, quer do ponto de vista etário quer dos interesses.

As atividades são dinamizadas pela Câmara Municipal de Avis e pelo Centro Interpretativo da Ordem de Avis (CIOA). A designação de “ibérica” tem com objetivo retratar a ligação da Ordem Militar de S. Bento de Avis à Ordem de Calatrava. Em algumas edições a Feira Medieval Ibérica de Avis contou com a colaboração da Fundación Bodas de Isabel, de Teruel.

O evento dispõe de bons locais de estacionamento e acesso pedonal para as famílias, quer nos arruamentos circundantes, quer na Cerca do Convento, na vila de Avis.

Fonte: Nota de Imprensa / Câmara Municipal de Avis

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Cidades candidatas a Capital Europeia da Cultura pedem audiência ao Ministro da Cultura

No âmbito da preparação da última fase do processo de seleção da cidade portuguesa a ser d…