“Life-Água da Prata”, um dos mais emblemáticos projetos em curso no Município de Évora na área do ambiente, foi hoje (10 de maio) apresentado e explicado com detalhe à Comissária Europeia Elisa Ferreira e à Ministra da Coesão Territorial Ana Abrunhosa.

A apresentação ocorreu no decurso de uma deslocação a um dos setores do Aqueduto da Água da Prata, agendada na sequência das comemorações do Dia da Europa em Évora. Nesta visita, em que marcaram presença a Diretora Regional de Cultura Ana Paula Amendoeira, representantes da empresa Águas do Vale do Tejo e os técnicos municipais que acompanham a execução do projeto, o Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, e o Vereador do Pelouro do Ambiente, Alexandre Varela, tiveram ocasião de explicar em detalhe os fundamentos do projeto, os respetivos objetivos, e também o desenvolvimento das obras em curso.

O projeto inclui, no seu programa de execução, obras de conservação do Aqueduto da Água da Prata, de forma a permitir a sua reabilitação para a função natural de transporte de água. Foi explicado que os trabalhos, neste momento em fase de execução, decorrem com utilização de materiais e técnicas especiais que têm em conta as caraterísticas da construção, de forma a preservar o seu valor histórico e monumental. O Aqueduto da Água da Prata remonta ao século XVI, tem 19 kms de extensão, e está classificado como Monumento Nacional desde 1910.

Outro objetivo importante do projeto é a substituição da água tratada na rega dos espaços verdes por água não tratada, recuperando as nascentes originais que alimentam o Aqueduto a partir da Graça do Divor. Para além destes, o projeto está a promover, com soluções de base natural, uma adaptação estrutural dos espaços verdes para resistirem a ondas de calor e precipitações extremas, assim como medidas adicionais de eficiência de rega e poupança de energia.

O Projeto “Life – Água da Prata”, com um valor de investimento a rondar um milhão e quatrocentos mil euros, é cofinanciado em 60% pelo Programa LIFE, um instrumento financeiro da União Europeia que apoia projetos ambientais, de conservação de proteção da natureza e de intervenção climática.

Fonte: Nota de Imprensa / Câmara Municipal de Évora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Évora deu as boas vindas aos Jovens Embaixadores da OCPM

O 3º Encontro de Jovens Embaixadores da Organização das Cidades Património Mundial (OCPM) …