Candidatura da cidade a Capital Europeia da Cultura foi entregue. Programa privilegia a criação de projetos de artistas e organizações locais, promovendo o tecido cultural de Évora e do Alentejo a nível nacional e internacional.

Foi entregue o dossiê da candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027. Tendo como mote a palavra alentejana “vagar”, Évora 2027 pretende tornar a cidade e a região num centro de cultura e de pensamento sobre a ação da Humanidade a partir da cultura holística do Alentejo. O conceito é materializado através do programa cultural e artístico que reflete um processo de auscultação que foi desenvolvido na cidade e na região durante cerca de um ano e meio.

O programa da candidatura foi concebido tendo por base três eixos: herança cultural, intangibilidade e biodiversidade. Évora 2027 centra-se nos desafios que a sociedade partilha enquanto coletivo, partindo do território para abordar questões como as alterações climáticas, as migrações forçadas, a cooperação global ou até mesmo a transformação digital. A candidatura apresenta-se como uma oportunidade para reforçar o diálogo ativo do setor cultural e criativo local, criando pontes com outras áreas da sociedade, com o resto do país e com a Europa.

“Com esta candidatura pretendemos valorizar a autenticidade e diversidade da identidade cultural do Alentejo. A nossa estratégia consiste num conjunto de projetos culturais de reabilitação de património, de revitalização de equipamentos e de ligação a outras cidades europeias que já estão em curso e que fazem parte do Plano de Desenvolvimento Estratégico para 2030. Acreditamos que o título de Capital Europeia da Cultura em 2027 permitirá reforçar a continuidade nesta aposta no setor cultural e criativo”, refere Carlos Pinto de Sá, presidente da Câmara Municipal de Évora.

O dossiê da candidatura será disponibilizado publicamente após a audiência com o júri em data a anunciar pelo GEPAC – Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais, tal como exigido pelo regulamento. Brevemente, a Equipa de Missão de Évora 2027, coordenada por Paula Mota Garcia, vai lançar uma segunda vaga de encontros distribuídos pela cidade e Alentejo Central com o objetivo de partilhar os próximos passos e desenvolvimentos da candidatura.

No início de 2022, será publicada a shortlist das cidades que são convidadas a detalhar as suas propostas de acordo com um conjunto de recomendações. O resultado final do júri será conhecido entre dezembro de 2022 e janeiro de 2023. Em 2027, o título de Capital Europeia da Cultura é atribuído a duas cidades, a uma portuguesa e a uma letã.

Recorde-se que a candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027 é da responsabilidade da Comissão Executiva “Évora 2027”, liderada pela Câmara Municipal de Évora. Esta Comissão Executiva é ainda constituída pela Direção Regional de Cultura do Alentejo, Universidade de Évora, Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, Turismo do Alentejo – ERT, Fundação Eugénio de Almeida e Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo – ARPTA.

Fonte: Câmara Municipal de Évora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Assembleia Municipal de Évora elegeu representantes para congresso da ANMP, CMJE e CIMAC

A Assembleia Municipal de Évora realizou uma sessão extraordinária no dia 26 de Novembro e…