Perto do final da época de plantações, a Câmara de Évora apresenta números que evidenciam os resultados práticos da forte aposta que tem vindo a ser feita pelo município na área do ambiente: neste caso, a atenção que tem sido dada à componente verde dos espaços públicos da cidade levou à plantação de 540 novas árvores.

No Centro Histórico, cujas caraterísticas urbanísticas especiais limitam as opções de espaço para novas plantações, tem ainda assim tem sido possível dotar alguns locais com novas árvores. Por esse motivo, a atividade tem sido direcionada maioritariamente para a substituição de árvores decrépitas ou mesmo mortas, grande parte em resultado de atos de vandalismo. Foram plantadas novas árvores, entre outros locais, na Rua Romão Ramalho, Praça Joaquim António de Aguiar, Largo do Chão das Covas, Rua de Machede, Rua da República, Praça 1º de Maio e Largo de S. Mamede.

Ao contrário do Centro Histórico, fora da muralha já é possível criar novos espaços públicos arborizados, embora não deixando de acautelar a gestão que deve ser feita, até por razões de segurança de pessoas e bens, na substituição de árvores em estado de degradação. Entre plantações e substituições, foram plantadas novas árvores nas Corunheiras, Alcaide, Moinhos, Parque Industrial, incluindo a área de expansão, Bairro de Almeirim, Av. Túlio Espanca, Horta das Figueiras, Santa Maria, Malagueira, Av. Lino de Carvalho, Bairro António Sérgio, Praceta Álvaro Pires de Évora, Parque de Estacionamento junto à Arena, Ecopista, entre outros locais.

Dando substância e continuidade a uma política ativa de defesa do ambiente contra os efeitos negativos das alterações climáticas que tem vindo a ser desenvolvida em diversas vertentes, a Câmara Municipal de Évora não deixa de acautelar a plantação de árvores nos espaços públicos. Esta é uma forma de tornar a cidade mais confortável e acolhedora para os seus residentes e visitantes, criando mais e melhores condições para promover e estimular a circulação pedonal em meio urbano.

Fonte: Município de Évora / Nota de imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Caras em pedra espalhadas pelo centro histórico vão agora “invadir” os bairros de Évora

Este trabalho do artista eborense Bernardo Bagulho, denominado Pedras Rolantes, resulta de…