Em 2022, Marvão vai voltar a organizar o Concurso Internacional de Tapas e Pinchos Medievais, depois de tal ter acontecido também em 2011.

Segundo a Câmara de Marvão, “na última Assembleia Geral da Rede de Cidades e Vilas Medievais, realizada em dezembro, via digital, ficou definido que Marvão vai organizar, em 2022, a XIV edição deste concurso”, reiterando que “o certame teve o seu formato presencial cancelado nos dois últimos anos, devido à pandemia”.

A mesma fonte realçou que “esta será apenas a segunda vez que o Concurso de Tapas e Pinchos Medievais se realizará em Portugal, depois de, em 2011, Marvão ter acolhido a quarta edição do certame”.

Recordou ainda que este evento “reúne os melhores cozinheiros de norte a sudoeste da Península Ibérica, na disputa pelo prémio de melhor tapa histórica”.

Na mesma nota de imprensa é referido que “a Rede de Cidades e Vilas Medievais integra, à data, oito municípios com importante património medieval (Hondarribia, Estella-Lizarra, Laguardia, Almazán, Sigüenza, Consuegra, Jerez de los Caballeros e Marvão)”, revelando que “tem como principal objetivo promover e difundir o seu legado histórico”.

Na edição de 2021, Marvão ficou em 3.º lugar

Foi com a tapa “Ammaia”, da responsabilidade do chef José Mário Magalhães, que o concelho de Marvão alcançou o terceiro lugar na edição de 2021 do Concurso Internacional de Tapas e Pinchos Medievais.

De acordo com o Município de Marvão, “esta 13.ª edição decorreu apenas em formato online, tendo o chef José Mário Magalhães, do restaurante A Adega, obtido um honroso terceiro lugar, com um total de 447 votos”.

Acrescentou ainda que “esta edição foi ganha por Jorge Ruiz Luzuriaga, de Estella-Lizarr (1514 votos)”, focando que “o chef medieval ‘virtual’ de 2021 foi também o vencedor do último concurso realizado em formato presencial, precisamente em Estella-Lizarra, em 2019”.

Quanto ao segundo lugar, foi conquistado pelo “chef Rubén Urbano, de Sigüenza, com um total de 745 votos”, frisou a Câmara de Marvão.

Sublinhou também que “em competição estiveram os nove chefs que representaram as suas cidades e vilas no concurso de 2019”, esclarecendo que, “dois anos depois, com todas as restrições existentes, devido à atual situação pandémica, o evento migrou para o digital”.

Assim sendo, “os chefs apresentaram as suas receitas em formato vídeo, nas redes sociais (Facebook e Instagram) da Rede de Cidades e Vilas Medievais, onde, ao longo do mês de dezembro, o público votou nas suas favoritas”, explicou a mesma fonte.

Autor: Redação DS / Marina Pardal

Foto: Município de Marvão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

“Sabores do Porco” nos restaurantes do concelho de Viana em dezembro

De 17 a 26 de dezembro decorrerá nos restaurantes aderentes do concelho de Viana do Alente…