Decidida a iniciar um percurso no sentido do gradual regresso à normalidade, a Fundação Eugénio de Almeida reabriu, no dia 5 de abril, vários dos seus espaços em Évora, de que são exemplo a Enoteca Cartuxa, o Enoturismo Cartuxa e ainda a Loja da Adega. No estrito respeito pelas normas indicadas pela Direção Geral de Saúde, são aplicados todos os procedimentos necessários de higiene, segurança e distanciamento social.

Convidando eborenses, e todos aqueles que visitem a cidade de Évora, a descobrir o que de melhor se faz na cozinha alentejana, a Enoteca Cartuxa reabriu ao público, voltando a oferecer a excelência da qualidade dos seus ingredientes e os sabores da gastronomia regional reinventados de forma atual. Assim, volta a ser possível usufruir da vista encantadora da esplanada da Enoteca sobre o Templo Romano e abraçar os dias primaveris que se avizinham.

Também o Enoturismo Cartuxa, que agrega a Loja da Adega, volta a permitir que os seus visitantes usufruam da envolvência única da Quinta de Valbom, ao realizarem provas de vinhos e azeites ao ar livre. A partir de 19 de abril voltará também a ser possível desfrutar de visitas pelo interior da Adega Cartuxa – em grupos de pessoas limitados ao número indicado pela Direção Geral de Saúde – que permitirão conhecer a história do edifício onde a adega foi fundada.

A Fundação Eugénio de Almeida reabriu a Enoteca Cartuxa, que funciona todos os dias entre as 12h30 e as 22h00, bem como o Enoturismo Cartuxa e a Loja da Adega, no horário compreendido entre as 9h00 e as 18h00 de segunda a sexta e das 9h às 13h nos dois próximos fins de semana.

Fonte: Fundação Eugénio de Almeida / Nota de imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Adega de Redondo distinguida na Paris Wine Cup

A Adega de Redondo recebeu a distinção de Produtor do Ano no concurso Paris Wine Cup, além…