No ano em que a Alma d’Arame festeja o seu 15º aniversário, apresenta no próximo dia 7 de outubro a sua mais recente criação, “Apolo Descapotável”, no palco do Cine-Teatro Curvo Semedo, inserida no Mês do Teatro de Montemor-o-Novo, que decorre ao longo do mês de outubro. 

Os encenadores, Amândio Anastácio, diretor artístico da Alma d’Arame, e Paulo Oliveira, músico e cenógrafo, partem da peça “O Precipício de Faetone” do dramaturgo luso-brasileiro António José da Silva, como inspiração para a criação de “Apolo Descapotável”.  

Sinopse “Apolo Descapotável” 

Faetonte, no seu Apolo Descapotável, fulminante e amarelo, encontra-se suspenso entre o Céu e a Terra; em queda, muito lenta e continua. O Precipício revela-se sobre um Céu incendiado e luminoso, o ar inflamado faz desaparecer as sombras e a Terra, ainda que seja plana, até parece côncava. São ambições que não são terrenas, são siderais. E nós cruzamos as mãos debaixo dos braços. Somos os espectadores da Catástrofe. 

O Precipício espera agora, haverá sempre um para sempre à nossa frente, e tudo isto é definitivamente ou provavelmente verdade. 

“Apolo Descapotável” conta com encenação de Amândio Anastácio e Paulo Oliveira, os atores Jorge Serena e Paulo Quedas, ficando a música ao vivo, que acompanhará os intérpretes, a cargo de João Bastos. 

“Encontramo-nos numa fase de “virar a página”, de regresso gradual á normalidade, depois de tantas incertezas. Olhamos com otimismo para o futuro e em breve o nosso público poderá voltar a encher as salas de espetáculos, sem restrições. É, por isso, com redobrada satisfação que com ele partilhamos este momento de estreia, porque a partilha da arte é o nosso ADN”, afirma Amândio Anastácio, diretor artístico da Alma d’Arame que, acrescenta “ É uma ocasião especial por se tratar também do ano em que a Alma d’Arame celebra 15 anos de atividade cultural ininterrupta desenvolvida com orgulho a partir de uma cidade do interior alentejano” 

15 Anos da Alma d’Arame assinalados com novo livro 

Para além da estreia de “Apolo Descapotável”, os 15 Anos da Alma d’Arame vão ser assinalados, neste mesmo dia, com o lançamento do livro “O que o Mundo precisa é de uma Deusa ou a ilha dos A Ilha dos Amores”, da criação homónima da Alma d’Arame que teve a sua estreia em 2020.

“Apolo Descapotável” estará em cena ainda nos dias 8 e 9 de outubro, no Cine-Teatro Curvo Semedo, em Montemor-o-Novo. A entrada é gratuita sendo que os bilhetes podem ser adquiridos no Posto de Turismo de Montemor-o-Novo e no site da BOL. Posteriormente, a 15 e 16 de outubro, a Alma d’Arame apresenta a peça no âmbito do Teatro Ibérico de Lisboa.

Fonte: Nota de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

CIMAC coordena programa para uma cultura inclusiva no Alentejo Central

Promover a inclusão através da cultura. Esta é a proposta do Programa Transforma que está …