A Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e Ribatejo tem vindo a apostar em diferentes apoios para a área do enoturismo, com especial foco na sua promoção.

Mais especificamente no passado mês de maio foram muitas as ações ligadas ao enoturismo em que esta entidade estive envolvida. Em entrevista ao Diário do Sul, José Santos, presidente da Turismo do Alentejo e Ribatejo, sublinhou que “foi um mês de trabalho na valorização e na promoção dos vinhos e do turismo e novos desafios da nossa responsabilidade agora chegaram às nossas mãos”, garantindo que “cá estaremos para em conjunto continuarmos o nosso trabalho”.

Um dos eventos que destacou foi o ÉvoraWine e especificou que “a ERT do Alentejo teve este ano uma participação muito ativa no evento, nomeadamente naquilo que nós temos obrigação de fazer bem que é a promoção e a comunicação”, revelando que “apoiámos diretamente a promoção do evento com cerca de 11 mil euros”.

José Santos adiantou que “apoiámos o ÉvoraWine na promoção no mercado transfronteiriço com Espanha”, lembrando que “é um mercado que vamos começar a trabalhar com maior intensidade a partir do segundo semestre deste ano”.

A par disso, realçou que “também estivemos empenhados na mobilização de órgãos de comunicação social nacionais que estiveram durante o evento em Évora, acompanhando as suas dinâmicas e a atmosfera incrível que se viveu na Praça do Giraldo e contactando com os produtores que participaram”.

Segundo o mesmo responsável, “isso irá resultar num conjunto de peças jornalísticas, seja na imprensa escrita, quer na digital, que acabam por comunicar Évora, o Alentejo e esta simbiose entre o vinho e o enoturismo”.

Nesse sentido, fez “um balanço muito positivo do ÉvoraWine”, acreditando que “terá sido a melhor edição de sempre, graças a todo o trabalho que a organização tem conseguido e também do esforço que a organização tem feito para criar uma rede colaborativa com várias entidades”.

No entanto, José Santos evidenciou que “este nosso envolvimento não se restringe ao ÉvoraWine”, referindo que “apoiámos também a Confraria dos Enófilos do Alentejo na organização da Gala dos Melhores Vinhos do Alentejo, um concurso também muito importante que agrega os produtores e reúne toda a excelência do setor vitivinícola da região”.

O presidente da Turismo do Alentejo e Ribatejo frisou que “também apoiámos a Gala do Prémio Nacional de Enoturismo APENO, que o ano passado se tinha realizado em Redondo, na Serra d’Ossa, e que este ano se realizou em Santarém”, constatando que “fomos patrocinadores e fomos nós que levámos esse evento para o Ribatejo, que também faz parte da nossa área de intervenção”.

Deu conta ainda de que “no seguimento de uma candidatura que tínhamos apresentado no final do ano passado, tivemos muito recentemente a aprovação da pré-qualificação da nossa estratégia de valorização deste recurso endógeno, que é o vinho, na sua ligação ao turismo, no âmbito do programa PROVERE (Alentejo 2030)”.

Assim sendo, o presidente da ERT sustentou que “temos o reconhecimento dos fundos europeus, o que nos vai permitir nos próximos quatro anos, lado a lado com entidades públicas e privadas, associações ligadas ao setor e produtores, implementar uma estratégia muito relevante de valorização e promoção do enoturismo no Alentejo”.

Na sua perspetiva, “ainda que o enoturismo e as nossas adegas sejam já hoje uma porta de entrada muito importante para os turistas nacionais e internacionais, isto significa que podemos ainda potenciar melhor o desenvolvimento económico deste produto que é o enoturismo”, ressalvando que “com o PROVERE vamos poder reforçar nos próximos anos o nosso apoio a estes eventos ligados ao vinho”.

Texto: Redação DS / Marina Pardal

Secção de comentários fechada.

Veja também

Dark Sky® Alqueva conquista dois World Travel Awards na Gala Europeia

Decorreu no dia 6 de Março, a 31a Gala Europeia dos World Travel Awards com o Dark Sky® Al…