As Festas de Santo António vão decorrer de 12 a 16 de junho no centro da cidade de Reguengos de Monsaraz. As festividades em honra do padroeiro da cidade vão ter na banda sonora os concertos de Richie Campbell, António Zambujo, Sara Correia com a Banda da Sociedade Filarmónica Harmonia Reguenguense, RAYA e a Festa M80. O programa integra também o desfile e atuação das tradicionais marchas populares.

A abertura oficial das Festas de Santo António vai acontecer no dia 12 de junho, às 18h, nos Paços do Concelho, seguindo-se pelas 18h15 a inauguração da exposição coletiva de fotografia “Pormenores da Nossa Terra”, que vai estar patente no Auditório António Marcelino da Biblioteca Municipal de Reguengos de Monsaraz. Esta mostra é composta por fotografias do concelho dos fotógrafos Carlos Dias, José Ramos, Francisco Alves, Marco Prim, João Infante, Pedro Perdigão, Paula Gil, Carlos Cristo e Carlos Janes.

Nos jardins da biblioteca será o Espaço Santo Antoninho, que vai estar aberto todos os dias das festividades entre as 17h30 e as 19h30 com espetáculos, um insuflável, cama elástica e pinturas faciais para as crianças. Neste espaço, no dia 12 de junho, às 18h, realiza-se o espetáculo de marionetas “O Mistério da Pedra Encantada”, pelo grupo Era Uma Vez Marionetas.

O RegWine Festival vai abrir ao público pelas 18h30 no Parque da Cidade. Nos restantes dias, esta feira de vinhos do Alentejo estará aberta das 18h às 22h30 com provas de vinhos gratuitas para quem adquirir o copo do certame.

Às 18h45 vai ser inaugurada a exposição de fotografia “Festas de Santo António II”, de Francisco Marcão, que vai estar patente nas ruas da cidade. As marchas populares de Santo António vão desfilar a partir das 21h e depois realizam uma atuação na Praça de Santo António.

Este ano haverá as marchas infantis “O Unicórnio veio Marchar”, do Palco de Sonhos, e “As Artes em Reguengos”, da Santa Casa da Misericórdia de Reguengos de Monsaraz, mas também as marchas de adultos “As Cores dos Campos do Alentejo”, do Polo de Reguengos de Monsaraz da Universidade Popular Túlio Espanca, “A Marcha é Fado”, do Palco de Sonhos e a “Marcha da Freguesia”, da Junta de Freguesia de Reguengos de Monsaraz. As marchas do Palco de Sonhos vão ser tocadas pela Banda da Sociedade Filarmónica Corvalense e as restantes estão a cargo da Banda da Sociedade Filarmónica Harmonia Reguenguense.

O grupo Al-Canti é o primeiro a atuar no palco principal das festividades, às 22h, e vai interpretar modas de Cante Alentejano com um toque próprio e espírito jovem, apostando na evolução do Cante sem perder a essência da sua sonoridade. Este grupo composto por Carlos Fructuosa (voz), Júlio Suzano (voz), Miguel Garcia (voz), Nelson Conde (guitarra clássica e viola campaniça), Ricardo Furão (voz e viola campaniça) e Rui Paias (voz) vai atuar pela primeira vez com uma banda, constituída por Artur Barroso (órgão), Luís Cartaxo (baixo) e Luís Salgado (bateria).

António Zambujo vai apresentar pelas 23h30 o seu décimo álbum de estúdio, intitulado “Cidade”, que foi composto e escrito por Miguel Araújo e que integra músicas como “Dancemos Um Slow” e “Leva-me de Mim”, que espelham nas suas letras a solidão conturbada caraterística das cidades. Para além das novas músicas, neste concerto, António Zambujo vai interpretar os seus grandes êxitos “Pica do 7”, “Flagrante”, “Lambreta” e “Zorro”.

À meia-noite e meia hora haverá um espetáculo pirotécnico de fogo de artifício, seguindo-se à 1h da madrugada o baile popular de Santo António com a Banda Karisma, no Largo Almeida Garrett, onde está instalado o Palco Mundo. À mesma hora, no palco principal, estará o DJ Mikas para animar a pista de dança durante a madrugada.

No 13 de junho, dia de Santo António, pelas 10h decorre a cerimónia do içar das bandeiras, nos Paços do Concelho, com a interpretação dos hinos do Município, de Portugal e da União Europeia pela Banda da Sociedade Filarmónica Harmonia Reguenguense. À mesma hora abre a Feira das Suculentas, no Mercado Municipal, organizada pelo Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão da Santa Casa da Misericórdia de Reguengos de Monsaraz, com as receitas a reverterem para a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Reguengos de Monsaraz.

O programa prossegue pelas 10h30 na Praça da Liberdade com a chegada das imagens dos padroeiros das paróquias da Unidade Pastoral de Reguengos de Monsaraz e meia hora depois com a celebração da Eucaristia. No Espaço Santo Antoninho, às 18h será contada a estória “A Festa dos Livros”, por Rita Sales.

O RegWine Festival terá às 18h30 uma sessão comentada sobre “O vinho da talha e os petiscos alentejanos”, por Filipe Perdiz, da Elite Vinhos, seguindo-se meia hora mais tarde uma prova de vinhos e de petiscos. As marchas populares voltam a desfilar pelas ruas da cidade a partir das 21h, com a atuação a decorrer na Praça de Santo António.

Sara Correia vai cantar a partir das 23h no palco das Festas de Santo António acompanhada pela Banda da Sociedade Filarmónica Harmonia Reguenguense. A fadista, que foi nomeada para um Grammy Latino, vai interpretar músicas do seu terceiro disco, “Liberdade”, editado no ano passado, mas também do álbum homónimo de 2018 e “Do Coração”, de 2020.

O concerto dos reguenguenses Rafa e Beltran tem início à meia-noite e meia hora no palco principal. A fechar a noite, pelas 2h30, os Meninos da Vadiagem vão apresentar um set enérgico com uma base musical comercial que terá forte interação do público.

No dia 14 de junho, o programa das festividades tem início às 17h30 no Auditório António Marcelino da biblioteca municipal com a conferência “Da Aldeia dos Palácios à Cidade do Vinho – Uma perspetiva histórica sobre o legado vitivinícola de Reguengos de Monsaraz”, pelo historiador José Calado. No Espaço Santo Antoninho decorre às 18h uma sessão de teatro intitulada “Pequenas Fábulas De La Fontaine”, pelo grupo Lua Cheia Teatro para todos.

No RegWine Festival haverá às 18h30 uma sessão comentada sobre “Harmonização de vinhos com os doces tradicionais”, por Rui Veladas, enólogo da CARMIM e por Luís Rato Fonseca, chef do restaurante Monte de Palaios. Pelas 19h decorre uma prova de vinhos e de doces tradicionais.

O Palco Mundo recebe às 21h30 a atuação do grupo Harmony Cosmovision Native Music, composto por artistas indígenas originários do Equador, que vão interpretar música nativa da América do Norte e do Sul com instrumentos de sopro e percussão. Neste espetáculo de melodias étnicas folclóricas homenageiam os seus ancestrais e a natureza.

A noite de sexta-feira vai ser toda preenchida com a Festa M80, que terá a partir das 23h a atuação da Banda M80, dos DJ’s M80 Nelson Miguel e Jay Lion e de cinco animadores. Nesta festa organizada pela Rádio M80 vão ouvir-se os grandes sucessos musicais das décadas de 70, 80 e 90 do século passado, acompanhadas por meios audiovisuais dinâmicos e interativos e animação para celebrar uma experiência nostálgica para todos os participantes, inspirando-se no slogan “Se a sua vida tem uma música, ela passa nesta festa”.

No dia 15 de junho, as Festas de Santo António vão ter às 11h45 o desfile pelas ruas da cidade das fanfarras dos bombeiros voluntários de Reguengos de Monsaraz, de Arraiolos e de Mora. O Auditório António Marcelino da biblioteca municipal recebe às 17h30 a conferência “O património cultural imaterial do concelho de Reguengos de Monsaraz – Apontamentos sobre a sua literatura oral tradicional”, por Lina Santos Mendonça, investigadora do Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Universidade de Lisboa.

O Espaço Santo Antoninho terá às 18h o teatro de marionetas “A Borboleta Verde”, pelo grupo Maurioneta. No RegWine Festival haverá às 18h30 uma prova de azeites, comentada por Filipa Velez, técnica do Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo, seguindo-se meia hora depois uma prova de vinhos.

A Praça de Toiros José Mestre Batista recebe às 18h30 uma corrida de toiros com os cavaleiros João Moura Caetano, Marcos Bastinhas e João Ribeiro Telles. Neste espetáculo tauromáquico haverá um concurso de pegas com os grupos de forcados amadores de Monsaraz, de São Manços e Académicos de Elvas, que vão pegar toiros da Ganadaria Mata-o-Demo.

No Palco Mundo vai atuar às 21h30 a banda Caribbean Soul Trio, que integra três músicos profissionais originários de Cuba, que entre covers e originais, propõem uma viagem pelos sons tradicionais da República Dominicana, Venezuela, Cuba e Colômbia. Neste espetáculo com o ritmo do caribe, os músicos Pedro Viera, Dayana Bacallao e Rauly Rey’s vão fazer um tributo aos mestres da Salsa, da Bachata e do Merengue, como Gilberto Santa Rosa, Óscar de Leon, Rúben Blades e Juan Luis Guerra, mas também a Compay Segundo e a Célia Cruz.

Richie Campbell, que lançou no ano passado o quinto álbum, “Heartbreak & Other Stories”, vai interpretar a partir das 23h no palco principal das Festas de Santo António os seus êxitos, como “Do You No Wrong” e “Heaven and Slowly” do projeto “Lisboa”, mas também “Let You Go”, “Floating”, “Love Again” e “That’s How We Roll, música que foi nomeada para um Globo de Ouro. Nesta noite vão ouvir-se os ritmos do R&B, Reggae, Dancehall e Afrobeats do músico da zona da linha de Cascais, que ficou reconhecido como o primeiro fenómeno musical da internet em Portugal a ter sucesso nacional e internacional, com digressões na Europa, mas também na Jamaica e Barbados.

O DJ Grouse vai animar a pista de dança a partir da meia-noite e meia hora e a fechar a noite, pelas 2h30, Plastiks vai apresentar um set de house e techno. O DJ reguenguense é residente na discoteca Kremlin, em Lisboa, e na sua carreira produziu mais de uma dezena de músicas, maioritariamente editadas pela Plastik Galaxy Records.

No dia 16 de junho, último dia das Festas de Santo António, realiza-se às 9h30 a Caminhada em Família. No Espaço Santo Antoninho, pelas 18h, Ana Rita Janeiro vai contar as “Histórias em Caixas de Sapatos” e realizar uma oficina artística.

À mesma hora, a Orquestra de Foles, que é um projeto musical da Associação Gaita-de-Foles com uma formação composta por instrumentos tradicionais, como gaitas e percussões, apresenta um espetáculo de animação de rua com o rigor de uma orquestra e a irreverência dos gaiteiros. A identidade musical da Orquestra de Foles integra temas tradicionais e composições originais, com técnicas antigas e arranjos contemporâneos.

No RegWine Festival decorre às 18h30 uma sessão comentada sobre “Harmonização de vinhos com queijos e enchidos tradicionais”, por Vasco Serra, sommelier do restaurante CAT’Espero, seguindo-se meia hora depois a prova de vinhos, de queijos e de enchidos.

O Coletivo Gira, que é um movimento idealizado por mulheres imigrantes em Portugal para promover a cultura afro-brasileira e a igualdade de género através da música, vai atuar às 21h30 no Palco Mundo. Neste espetáculo com roda de samba vão ser interpretados os grandes clássicos do samba, assim como o samba da nova geração e ritmos afro-brasileiros.

A fechar as Festas de Santo António, o palco principal recebe pelas 23h a banda espanhola RAYA, que é uma referência nas sevilhanas e nas rumbas. Neste concerto integrado na digressão “Evolution 2024”, a banda originária de Sevilha vai interpretar músicas como “El cielo que me das”, “Felices los 4”, “La plata”, “El origen de la Navidad”, “Sin pijama”, “Rocio”, “Despecha” e “Solo por las calles”.

As Festas de Santo António têm entrada gratuita e durante os dias das festividades haverá bares e tasquinhas.

Fonte: Nota de Imprensa / Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz

Secção de comentários fechada.

Veja também

Festival EA Live Évora 2024: Está Aberto Concurso para Artistas Emergentes

Está aberto o processo de candidaturas para artistas emergentes participarem na edição de …