A Conferência da Rede Nacional IMPEL 2024, realizou-se no passado dia 10 de maio em Évora.

Organizada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDR), I.P. e pela Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território (IGAMAOT), a conferência teve lugar no Auditório da CCDR Alentejo tendo a abertura sido feita pela Vice-Presidente da CCDR Alentejo, I.P. Carmen Carvalheira e pela Subinspetora-Geral da IGAMAOT, Paula Matias.

Esta sessão contou com apresentações de vários representantes de instituições portuguesas, como a Procuradoria Geral da República, Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), CCDR ́s, Polícia de Segurança Pública (PSP), IGAMAOT, Inspeção Regional do Ambiente (IRA) dos Açores, Direção Geral do Território (DGT), bem como de representantes da Academia, da Universidade de Évora, da Universidade do Porto e da Universidade Nova de Lisboa.

A sessão dedicada à Revisão pelos Pares Nacional, moderada por Cristina Branco da IGAMAOT, contou com as intervenções de Patrícia Silva da CCDRA, I.P. e Anabela Rebelo da APA. Já na sessão sobre a Análise de Risco e Conservação da Natureza intervieram Ana Paula Rodrigues e Alexandra Magalhães da IGAMAOT, bem como Nuno Saavedra do ICNF e Elizabete Santos da IRA dos Açores.

A Inteligência Geoespacial na Avaliação de Dados foi outro dos temas abordados por Fernando Gomes da IGAMAOT e por Eva Lima da IRA dos Açores, sob a moderação de David Pereira da PSP.

No que diz respeito à Responsabilidade Ambiental – Avaliação de Danos Ambientais, usaram da palavra Anselmo Falcão e Sofia Abreu, respetivamente Inspetor Regional IRA dos Açores e inspetora da IGAMAOT.

Com a moderação de Rute Neves foi abordado o tema da “Proteção dos Solos, que contou com intervenções de Nazaré Couto da Universidade Nova de Lisboa, João Gama, Rita Ribeiro e Matias Molina da Universidade do Porto- INESC, Teresa Pinto Correia e António Chambel da Universidade de Évora.

O Procurador da República, Francisco Guedes moderou o painel onde foram apresentados exemplos na aplicação de medidas de reposição da legalidade, prevenção e correção, apresentados por José Reis da CCDRLVT, I.P e Miguel Leão da CCDRC, I.P. Por fim, Hugo Costa da DGT abordou o tema Apoio à Verificação nos Usos do Solo Florestal.

O segundo dia do evento, 11 de maio, incluiu uma visita à Herdade da Mitra, na Universidade de Évora, guiada por investigadores do MED dos Laboratórios de Macromicologia, Botânica, Ornitologia (LabOR), Unidade de Biologia da Conservação e LABscape. Durante a visita de campo, foi possível dar a conhecer aos participantes alguns dos projetos do MED diretamente relacionados com a conservação dos solos e da natureza, bem como parte do funcionamento da Herdade. Esta visita terminou com uma prova de vinhos na adega experimental da Herdade da Mitra, com a presença do Pró-Reitor da Universidade de Évora, Professor Augusto Peixe.

O dia prosseguiu com uma visita guiada pelo arqueólogo Rui Santos ao núcleo histórico da cidade de Évora.

Fonte: Nota de Imprensa / CCDR Alentejo

Secção de comentários fechada.

Veja também

CCDR recebeu cerimónia de Assinatura e Homologação dos Contratos Construir Portugal e dos Termos de Aceitação Programa de Recuperação/Reabilitação de Escolas

Decorreu no auditório da CCDR Alentejo, I.P., a Cerimónia de Assinatura e Homologação dos …