A Universidade de Évora é um dos parceiros do novo Centro de Excelência para a inovação pedagógica no Ensino Superior (SAPIEN – South and Atlantic Pedagogical Innovation & Excellence Network), liderado pela Universidade Nova de Lisboa e que integra ainda as universidades da Madeira, dos Açores e do Algarve, bem como os politécnicos de Beja, Setúbal e Portalegre e a Egas Moniz – Cooperativa de Ensino Superior, cobrindo assim uma extensa área geográfica a sul do país e as regiões autónomas.

Com um orçamento global de 3 milhões e 750 mil euros, o SAPIEN, que reúne 9 parceiros, é financiado pelo PRR, tendo a Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) a missão de beneficiário intermédio, no âmbito do programa “Investimento RE-C06-i07 | Impulso Mais Digital 04/C06-i07/2023 – Submedida Inovação e Modernização Pedagógica no Ensino Superior – Criação de centros de excelência de inovação pedagógica”.

No protocolo que formaliza a criação do consórcio, as instituições comprometem-se a “promover a inovação pedagógica, com forte componente digital, privilegiando as áreas não-tecnológicas (ciências sociais, humanidades e artes); e consolidar dinâmicas institucionais de modernização pedagógica no ensino superior através de uma abordagem sistémica que privilegie práticas inovadoras eficientes na promoção de ensino de qualidade”.

Na prática, a estratégia de atuação adotada pelo SAPIEN assenta em três linhas de ação, apostando nomeadamente num modelo pedagógico centrado nos estudantes e nas suas aprendizagens, ajustado à coconstrução do conhecimento e ao desenvolvimento de competências relevantes; no desenvolvimento profissional de docentes sobre metodologias de ensino e de avaliação alinhadas com o modelo pedagógico, com recurso a ferramentas digitais; e ainda em ambientes enriquecidos de aprendizagem, modernos e potentes, com integração significativa de recursos tecnológicos e digitais.

O consórcio cobre uma área geográfica extensa do sul do Continente, bem como as Regiões Autónomas, pretendendo-se que tenha um impacto relevante nas IES que o integram em termos da promoção da inovação pedagógica e da abordagem metodológica em rede, suportada nomeadamente numa plataforma colaborativa (Pedagogical Innovation Hub).

Fonte: Nota de Imprensa / Universidade de Évora

Secção de comentários fechada.

Veja também

UÉ no Consórcio de Ensino Superior com projeto para fortalecer competências digitais em jovens e adultos

O consórcio “Digital Sul + Ilhas”, composto por seis Instituições de Ensino Superior (IES)…