O Programa Regional Alentejo 2030 lançou hoje a página oficial do Fundo de Transição Justa para o Alentejo Litoral: www.ftjalentejolitoral.pt. O momento foi marcado pelo vogal executivo do Alentejo 2030, Tiago Teotónio Pereira, com a parceria de Caroline Callens, Diretora da Unidade Geográfica da DG Regio, por ocasião do 9.º Fórum da Coesão da Comissão Europeia, a decorrer em Bruxelas entre hoje e amanhã, 11 e 12 de abril.

Esta plataforma online pretende ser o centro de informações e recursos para dinamizar o desenvolvimento sustentável na região, facilitando o acesso a informação sobre apoios e programas destinados à transição para uma economia mais verde e inclusiva.

Com o encerramento de indústrias tradicionais, como a prospeção mineira e a produção de energia fóssil, surge a necessidade urgente de investir em alternativas sustentáveis e criar oportunidades de emprego e crescimento económico compatíveis com as metas de redução de emissões de carbono.

O Alentejo Litoral tem sido uma região em destaque no contexto das políticas de transição energética e económica em Portugal, especialmente após o encerramento da Central Termoelétrica de Sines que originou a atribuição deste fundo para o nosso território.

O lançamento do website do Fundo de Transição Justa para o Alentejo Litoral, representa um passo importante para fortalecer a comunicação e a transparência das iniciativas de desenvolvimento regional.

De recordar que o Fundo de Transição Justa para o Alentejo Litoral tem uma dotação de 98,9 M€, para prestar apoio aos territórios que enfrentam graves desafios socioeconómicos decorrentes do processo de transição para uma economia com impacto neutro no clima.

Fonte: Nota de Imprensa / CCDR Alentejo

Secção de comentários fechada.

Veja também

PACT promove serviços de apoio à Propriedade Intelectual com inauguração do Gabinete AlentEdge

A Propriedade Intelectual (PI) assume hoje um papel de enorme relevância nos negócios e pa…