Está patente na Biblioteca Municipal “Almeida Faria”, em Montemor-o-Novo, de 19 de fevereiro a 17 de maio, a Exposição “Tomemos então, nós, cidadãos comuns, a palavra e a iniciativa”.

A mostra é produzida pela Fundação José Saramago e pela Organização de Estados Ibero-americanos, para celebrar os 75 anos da Declaração Universal de Direitos Humanos, os 25 anos da entrega do Prémio Nobel a José Saramago e para dar a conhecer o texto da Declaração de Deveres Humanos.

Desde outubro de 2021 que a Biblioteca Municipal Almeida Faria integra a Rede de Bibliotecas José Saramago o que possibilita uma programação conjunta em torno do Nobel da Literatura. No passado mês de dezembro celebrou-se o 75.º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos e os 25 anos da atribuição do Prémio Nobel de Literatura a José Saramago.

A Fundação José Saramago, em parceria com a Organização do Estados Ibero-americanos, lançou uma exposição que pretende divulgar a proposta de Declaração de Deveres Humanos, projeto iniciado pela Fundação com base numa ideia que nasceu de uma vontade do escritor expressa no seu discurso proferido a 10 de dezembro de 1998, em Estocolmo, logo após ter recebido a medalha do Prémio Nobel de Literatura: “Tomemos então, nós, cidadãos comuns, a palavra e a iniciativa. Com a mesma veemência e a mesma força com que reivindicarmos os nossos direitos, reivindiquemos também o dever dos nossos deveres. Talvez o mundo possa começar a tornar-se um pouco melhor.”

 Pode visitar esta exposição de segunda a sexta, na Biblioteca Municipal Almeida Faria, das 10h às 12,30h e das 14h às 18h.

Fonte: Nota de Imprensa / Câmara Municipal de Montemor-o-Novo

Secção de comentários fechada.

Veja também

UÉ com papel preponderante na aprovação da Rota Europeia das Farmácias Históricas e dos Jardins Medicinais

Foi recentemente divulgada a aprovação da prestigiada certificação de Rota Cultural do Con…