Sob o tema “Promover a paz, os seus valores e o bem-estar dos povos”, este concurso visa selecionar, a nível nacional, as escolas que irão representar Portugal nas sessões Euroscola do Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

Cada escola, desde que também participante na edição 23/24 do programa Parlamento dos Jovens, candidata-se, com dois alunos/as do 10.º ou 11.º ano, apresentando um trabalho escrito com uma abordagem do tema anual em discussão e apresentando-o oralmente.

O IPDJ é a entidade organizadora do Euroscola em Portugal, em parceria com o Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal e as Direções Regionais de Juventude das Regiões Autónomas, com a colaboração da Assembleia da República e das Assembleias Legislativas dos Açores e da Madeira.

O Parlamento Europeu criou o projeto Euroscola em 1990 de modo a possibilitar a participação de estudantes do ensino secundário num exercício de simulação do trabalho dos/as deputados/as do Parlamento Europeu. O Euroscola acolhe, anualmente, estudantes entre os 16 e os 18 anos de idade, de todos os Estados-Membros da União Europeia, para passar um dia em Estrasburgo, tornando-se membros do Parlamento Europeu. Os/As estudantes experimentam um dia como eurodeputados/as, participando na tomada de decisões da União Europeia através de debates no hemiciclo, negociações, votando e adotando resoluções sobre assuntos europeus. Em cada sessão, os e as jovens participam em grupos de trabalho multilíngues, seguidos de uma reunião plenária, fazendo uso dos conhecimentos linguísticos para comunicar com os/as homólogos, incentivando-se, desta forma, a compreensão mútua dos diversos pontos de vista e expetativas.

Fonte: Nota de Imprensa / Câmara Municipal de Montemor-o-Novo

Secção de comentários fechada.

Veja também

A CCDR-A, I.P, recebeu reunião da Rede da União Europeia IMPEL

A adoção do método para implementação das melhores práticas, por conhecimento e comparação…