A Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre foi uma das cinco finalistas no CEDEFOP Video Awards 2023, um concurso de vídeo dirigido a escolas técnico-profissionais de toda a Europa, que contou com a participação de 30 instituições do género provenientes de sete países.

Com o título “Lemon Up”, os alunos da Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre procuraram enquadrar questões como a sustentabilidade, a reutilização, o desperdício e o trabalho de equipa através da forma como é possível utilizar apenas um limão e produzir várias bebidas. O enquadramento do vídeo deve-se ao facto dos alunos serem todos do curso de Gestão de Restauração e Bebidas.

O Centro Europeu para o Desenvolvimento da Formação Vocacional (European Centre for the Development of Vocational Training – CEDEFOP) desafiou as escolas europeias a participarem neste concurso de vídeo com propostas curtas, concisas, que espelhassem os valores referidos, além de promoverem e divulgarem competências associadas à formação dos alunos.

“Quando recebemos o desafio do CEFEDOP, os alunos juntaram-se para, em primeiro lugar, debaterem algumas ideias. A partir do momento em que isso ficou definido, trabalharam na criação de um guião. Este projeto implicou que os alunos tivessem contato com competências que não são aquelas com que lidam diariamente, como é o caso da multimédia, e fossem bastante sintéticos porque a história tinha de ser contada em apenas 60 segundos. O objetivo do vídeo foi o de mostrar que, em equipa, os alunos conseguiram utilizar e reutilizar um limão para criar quatro bebidas. Foi um desafio estimulante e que acabou por se tornar gratificante pois o esforço dos nossos alunos foi recompensado”, explicou o formador que acompanhou todo o projeto na Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre, Ricardo Lourenço.

A rede de Escolas do Turismo de Portugal foi, aliás, a mais representada entre os finalistas. Além da EHT Portalegre, também a sua congénere de Viana do Castelo conseguiu ficar entre os melhores cinco a seguir à equipa vencedora que foi a Escola de Tecnologias Inovação e Criação do Algarve, também de Portugal.

Se Portugal teve três organizações representadas entre a vencedora e duas finalistas, no restante lote das mais reconhecidas, houve instituições provenientes da Grécia, da Croácia e de Chipre.

Fonte: Nota de Imprensa / Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

EHT Portalegre é a escola mais eficiente da rede do Turismo de Portugal

A Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre é a melhor representante das escolas do Turi…