“Te Amo” pode ser o mote para a inauguração dos concertos da 40ª Ovibeja, com os Calema, no dia 30 de abril. “Os Calema, que dão mais de 70 concertos por ano, são um dos projetos musicais mais transversais e consensuais da atualidade. Foram eleitos pelos seus pares o melhor grupo português em 2022 nos prémios play. O seu público cresce a cada sucesso que é lançado”. Os irmãos Fradique e António Mendes Ferreira vão partilhar com os milhares de fãs sucessos que nasceram com “Bomu Kèlê” que significa “Vamos Acreditar”.

É a acreditar no trabalho conjunto que a ACOS, entidade organizadora da Ovibeja, está este ano a comemorar 40 anos de associativismo e 40 anos de conquistas partilhadas, de crescimento e desenvolvimento conjunto em cada ano que este evento se vai realizando.

Com mais um dia de feira do que o habitual, a decorrer entre 30 de abril e 5 de maio de 2024, a 40ª Ovibeja reforçou também a componente cultural.

A seguir aos Calema, o palco é entregue, no dia 1 de maio, a Buba Espinho, o bejense que se inspira e evoca dois patrimónios imateriais da Humanidade: o cante alentejano e o fado. “Voltar” é o mais recente álbum de Buba inspirado nas suas raízes alentejanas.

Para a noite de 2 de maio está agendada a banda icónica dos Lucki Duckies, com sucessos e géneros musicais transversais a várias gerações. São uma banda portuguesa que revisita alguns dos mais conhecidos clássicos musicais com inspiração Swing-Jazz, Bolero, Country Music, Rock’n’Roll. 

Os fãs de boa música que fiquem atentos a esta edição da Ovibeja porque os dois últimos concertos, a anunciar em breve, vão ser ainda mais arrebatadores. Um deles vai ser preenchido com uma renomeada banda internacional.

Fonte: Nota de Imprensa / ACOS – Agricultores do Sul

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Festival EA Live Évora 2024: Está Aberto Concurso para Artistas Emergentes

Está aberto o processo de candidaturas para artistas emergentes participarem na edição de …