“Neste momento de despedida do que passou e saudação ao futuro, gostaria de enviar a todos meus melhores votos de ano novo daqui de Pequim”. Assim começa a mensagem de Ano Novo do Presidente da China, Xi Jinping, proferida no último dia de 2023. E prossegue:

“Em 2023, nós continuámos a lutar e a avançar com esforços árduos. Experimentámos tempestades de vento e chuva, apreciámos belas paisagens e alcançámos resultados tangíveis. Todos nós guardamos na memória as dificuldades que já superámos nesse ano e, ao mesmo tempo, estamos cheios de confiança no futuro promissor.

Em 2023 andámos com passos sólidos. Com uma transição estável no trabalho da prevenção e controle da epidemia de Covid-19, a economia do nosso país continuou sua recuperação e manteve uma tendência de melhoria, e o desenvolvimento de alta qualidade foi promovido de forma sólida. O moderno sistema industrial aperfeiçou-se com a ascensão rápida de um grupo de novas indústrias-pilar, verdes e caracterizadas pela aplicação de tecnologias de ponta e inteligente. A produção de cereais registou uma boa colheita pelo vigésimo ano consecutivo, a proteção ambiental obteve mais êxitos notáveis e o revigoramento rural alcançou novos avanços. A economia chinesa se tornou mais sólida e forte ao resistir a grandes tempestades.

Em 2023 andámos com passos fortes. Por meio de esforços constantes, a China apresentou eruptiva força de inovação e efusiva vitalidade de desenvolvimento. O grande avião C919 começou seus voos comerciais, o primeiro navio de cruzeiro de fabricação chinesa concluiu sua navegação teste, as espaçonaves Shenzhou realizaram missões sucessivas no espaço e o submersível tripulado Fendouzhe bateu recorde de profundidade de mergulho. Produtos de marcas nacionais foram bem-recebidos, telemóveis de fabrico chinês esgotaram no mercado e automóveis elétricos, baterias de lítio e produtos fotovoltaicos reforçaram a reputação da indústria chinesa. 

Em 2023 andámos com vigor e energia. Os Jogos Mundiais Universitários de Chengdu e os Jogos Asiáticos de Hangzhou foram um êxito. O turismo registou grande aumento, o mercado cinematográfico desenvolveu-se..

Em 2023 andámos com confiança. A China é um grande país herdeiro de uma grande civilização. Neste vasto território, as curvas fechadas do Rio Amarelo e a corrente impetuosa do Rio Yangtzé deixam as pessoas plenas de orgulho e entusiasmo. A grande China, com uma história tão longa e uma cultura tão rica, é a nossa fonte de confiança e origem de força.

A China abraça o mundo enquanto busca seu próprio desenvolvimento, assumindo também as suas responsabilidades como uma grande nação. Realizámos a Cimeira China-Ásia Central e o 3º Fórum “Uma Faixa, Uma Rota” para Cooperação Internacional. Recebemos amigos e convidados provenientes dos cinco continentes numa série de atividades diplomáticas. Visitei vários países e estive presente em conferências internacionais. Reuni-me com amigos de longa data e conheci novos parceiros. Em todas essas ocasiões compartilhei as propostas chinesas e aprofundámos os consensos alcançados. Apesar das mudanças pelas quais o mundo passa, a paz e o desenvolvimento continuam a ser os temas principais.

No caminho que temos pela frente, é normal encontrar tempestades. Mas o povo é sempre o maior apoio para transpormos todos obstáculos!

Em 2024 celebraremos os 75 anos da fundação da República Popular da China. Vamos prosseguir a modernização chinesa, e aplicar a nova filosofia de desenvolvimento de forma completa, precisa e abrangente.

É necessário buscar progresso com base na estabilidade, e promover a estabilidade pelo progresso. É preciso adotar uma nova estrutura antes de abolir a antiga, consolidar e fortalecer a boa tendência de recuperação económica, de modo a garantir a estabilidade e a sustentabilidade. Devemos aprofundar a reforma e abertura em todos os aspetos, elevar e estimular a confiança no desenvolvimento. Vamos dedicar maiores esforços para aperfeiçoar a educação e evoluir em ciência e tecnologia, além de formar talentos. Continuaremos a apoiar Hong Kong e Macau a manterem a prosperidade e a estabilidade de longo prazo durante sua integração no desenvolvimento geral do país. A reunificação da pátria é uma tendência inevitável da História. Os compatriotas dos dois lados do Estreito de Taiwan devem apertar as mãos, com vontade comum para compartilhar a grande glória da revitalização da nação.

Hoje enfrentamos um ritmo acelerado da sociedade. Andamos muito ocupados e há grande tensão com o trabalho e com a vida. Devemos cultivar um ambiente social repleto de amor e harmonia, ampliar um espaço de inovação, e criar condições de vida convenientes e confortáveis, para que todos sintam alegria e concretizem seus sonhos.

Hoje, o mundo não está pacífico. Há muitas regiões que sofrem com guerras e conflitos. Os chineses valorizam a paz, e estamos dispostos a promover, junto com a comunidade internacional, a construção de uma comunidade de futuro compartilhado e um mundo melhor, tendo em consideração o futuro da Humanidade e o bem-estar dos povos.

Para o ano que agora começa, desejo que o nosso país desfrute da prosperidade e que o mundo tenha paz, segurança e harmonia! Que todos tenham felicidade, tranquilidade e saúde!”.

Publicidade: Centro de Programas de Línguas da Europa e América Latina da China

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Relações China-Austrália voltam ao caminho certo

Os dois países emitiram a Declaração Conjunta sobre os Resultados da Reunião Anual dos Pri…