A Universidade de Évora, através da Cátedra Energias Renováveis (CER), aderiu ao Battery Cluster Portugal (BATPOWER), associação criada para incentivar e fomentar a investigação e desenvolvimento e a criação de negócios e internacionalização de empresas portuguesas que desenvolvam atividades relacionadas com sistemas de armazenamento de energia.

As baterias são uma parte estratégica da transição limpa e digital da Europa e uma tecnologia facilitadora fundamental, essencial para a competitividade europeia. Por conseguinte, a União Europeia definiu como pilar estratégico tornar a Europa um líder mundial na produção e utilização sustentáveis de baterias.

A adesão ao Battery Cluster Portugal permite a “integração numa plataforma agregadora de conhecimento e competência no âmbito dos sistemas de armazenamento de energia – baterias – tendo em vista potenciar a competitividade internacional do sector português desta tecnologia”, refere Luís Fialho, Investigador da CER.

Este cluster integra outras entidades portuguesas desde empresas a entidades de investigação e inovação, os quais pretendem investir nesta área e consolidar uma cadeia de valor. Entre os seus membros desenvolve-se já o primeiro projeto conjunto no âmbito de uma Agenda Mobilizadora PRR – New Generation Storage.

A participação da Universidade de Évora pretende contribuir para que Portugal seja uma referência na investigação, inovação de baterias e tecnologias avançadas para armazenamento de energia.

O investigador recorda ainda que a Cátedra Energias Renováveis tem vindo, desde 2010, a desenvolver tecnologias de energia solar e de armazenamento de energia, de modo a potenciar o contributo da energia solar para a Transição Energética e descarbonização do nosso estilo de vida.

Fonte: Nota de Imprensa / Universidade de Évora

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Hyperion Renewables promove visita de estudo à Central Fotovoltaica de Vale de Moura com alunos da Universidade de Évora

No passado mês de junho, um grupo de alunos da Universidade de Évora teve a oportunidade d…