Terminou nesta terça-feira, a 29.ª edição da ExpoReg – Exposição de Atividades Económicas de Reguengos de Monsaraz. Ao longo de quatro dias, o certame realizado no Parque de Feiras e Exposições da cidade alentejana contou com a presença de cerca de 80 empresas, empresários e instituições.

Esta foi uma oportunidade para “promoverem os seus produtos e serviços, realizarem contactos e concretizarem negócios”, destacou o município local, entidade organizadora do evento.

Em jeito de balanço, a presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz, Marta Prates, disse ao Diário do Sul que “estamos de facto a demonstrar com esta 29.ª ExpoReg que somos um concelho vivo e dinâmico no que diz respeito às questões da nossa economia e das nossas empresas e que temos muitos empresários e muitos investidores”.

Salientou ainda que “dedicámos esta edição à agricultura, às empresas e ao comércio local e o balanço é muito bom”, resumindo que “quisemos abarcar tudo aquilo que é o nosso tecido empresarial”.

A autarca acrescentou que “falei diariamente com muitos dos expositores, que disseram que foi uma feira extraordinária, não só do ponto de vista dos visitantes, como do ponto de vista de dar a conhecer os seus projetos, além de também ser muito interessante do ponto de vista dos negócios”.

Segundo Marta Prates, “foi uma feira muito procurada e houve expositores que não puderam participar por falta de espaço, o que demonstra, logo à partida, muita fidelidade neste grande certame económico do nosso concelho”.

Para além da exposição de atividades económicas, a edil recordou que “tivemos também um programa cultural com concertos, em que tentámos agradar a diferentes públicos, e muitas atividades paralelas à feira, muitos delas mais viradas para a agricultura, como o Concurso de Saltos Nacional de Equitação, os passeios de cavalos e de charrete ou o Concurso de Rafeiro Alentejano”.

Evidenciou ainda “o ciclo de conferências dedicado aos apoios do Portugal 2030”, reiterando que “foi muito participado, o que demonstra a vontade de investir neste concelho e de transformá-lo num concelho ainda mais dinâmico e muito interessante do ponto de vista do investidor”.

A par disso, Marta Prates sublinhou que “tivemos um espaço para as crianças e criámos a primeira edição da Expo+Jovem, dedicada, sobretudo, aos mais novos, e que incluiu, por exemplo, a atuação de diversos DJ”.

Focou também a diversidade de público que visita a ExpoReg. “Estamos em agosto, altura em que vem muita gente de fora, além de também ser um momento muito interessante para o convívio da diáspora”, comentou.

A autarca reforçou que “tivemos de facto a presença dos residentes e de todas as pessoas dos concelhos aqui à volta, bem como dos reguenguenses que vivem fora do concelho e que voltam nesta altura, imprimindo também dinâmica a este grande evento”.

Assumiu ainda que “a nossa intenção é que a ExpoReg se transforme numa referência em termos de exposição de atividades económicas”, garantindo que “estamos a trabalhar para isso e temos a certeza de que vamos conseguir fazê-lo edição após edição”.

A presidente do município frisou também que “é o segundo ano que este executivo organiza a ExpoReg e temos de facto esta ambição de que se transforme numa grande referência regional no que diz respeito à agricultura, às empresas ao comércio local”.

Texto: Redação DS / Marina Pardal
Fotos: Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Alunos de Desporto da ESAG organizaram torneio solidário para angariar bens para a associação “Chão dos Meninos”

Dois alunos do curso de Desporto da Escola Secundária André de Gouveia (ESAG), em Évora, r…