O Ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, esteve hoje, em Évora, reunido com Carlos Pinto de Sá, Presidente da Câmara Municipal de Évora, Ana Paula Amendoeira, Diretora-Regional de Cultura do Alentejo e Paula Mota Garcia, Coordenadora da Equipa de Missão Évora_27, para abordar questões  relacionadas com a Capital Europeia da Cultura.

Depois da designação oficial de Évora, e o Alentejo, como Capital Europeia da Cultura em 2027 pelo Ministério da Cultura português, em fevereiro passado, este é mais um passo na implementação da iniciativa, que Portugal voltará a acolher dentro de quatro anos, depois de Lisboa (1994), Porto (2001) e Guimarães (2012).

Entre os tópicos na agenda, estiveram a constituição da entidade de governança responsável pela gestão e execução de Évora_27, a definição do cronograma de financiamento, e as necessidades de investimento em reabilitação e construção de infraestruturas.

À saída do encontro, os responsáveis anunciaram para o próximo dia 16 de maio a apresentação de Évora_27 Capital Europeia da Cultura, em sede de Conselho da União Europeia, assim como a intenção de formalizar a assinatura de um protocolo entre o Ministério da Cultura e a Câmara Municipal de Évora para o desenvolvimento do processo, algo que deverá acontecer antes do verão.

Depois de um processo de seleção para o qual concorriam 12 cidades portuguesas, Évora foi oficialmente designada Capital Europeia da Cultura em fevereiro de 2023. Évora_27 propõe o VAGAR – enquanto plena consciência de que nós, enquanto humanos, estamos sempre em relação com tudo o que nos rodeia – como resposta urgente de futuro para os desafios que a Humanidade enfrenta. Questionando a nossa posição de dominância, o VAGAR envolve coevolução, contenção, criação e construção, tempo e espaço, memória e coletivo, resiliência e tensão e surge como “uma outra arte de existência”.

Évora_27 Capital Europeia da Cultura é promovida pela Comissão Executiva Évora 2027, liderada pela Câmara Municipal de Évora. Esta Comissão Executiva é ainda constituída pela Direção Regional de Cultura do Alentejo, Universidade de Évora, Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, Comissão de Coordenação de Desenvolvimento Regional do Alentejo, Turismo do Alentejo – ERT, Fundação Eugénio de Almeida e Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo – ARPTA. Évora_27 conta com apoio das quatro comunidades intermunicipais do Alentejo que representam os 47 municípios da região.

Fonte: Nota de Imprensa / Câmara Municipal de Évora

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Lançamento do Livro e Filme “Évora e a Polifonia da Renascença” Jornadas Internacionais “Escola de Música da Sé de Évora”: Um Legado para o Futuro

A Eborae Musica-Associação Musical de Évora informa que no dia 24 de maio pelas 19h00 será…