A Segurança Social realizou durante a manhã do dia 24 de agosto, uma ação inspetiva às condições em que vivem imigrantes, na freguesia de Pias.

Nesta ação, a Segurança Social fez-se acompanhar por representantes da Junta de Freguesia de Pias e do CLAIM – Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes, pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, pela Guarda Nacional República e pela Proteção Civil Municipal.

Esta ação centrou-se num grupo de cidadãos timorenses, 20 homens e 4 mulheres, que não tendo contrato de trabalho e encontrando-se em condições habitacionais indignas, foram realojados temporariamente.

A Câmara Municipal de Serpa, dada a situação de emergência e a solicitação da segurança social, assumiu a responsabilidade do realojamento temporário destes cidadãos, garantindo ainda a entrega de alimentação, enquanto for necessário.

O Município de Serpa que respondeu a esta situação de emergência procurando criar as condições mínimas exigíveis para estas pessoas, até que as entidades responsáveis encontrem uma solução, vem mais uma vez manifestar a preocupação pelas condições em que vivem os imigrantes na nossa região, apelando às autoridades competentes que rapidamente sejam criados instrumentos legais que não permitam a situação de vulnerabilidade social e desumana em que vivem estes homens e mulheres, que procuram no nosso país, melhores condições de vida.

Fonte: Câmara Municipal de Serpa

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Moura: Parque Desportivo e de Lazer Dr. Francisco Baixinho Cravo é inaugurado no domingo

Está concluída a obra de requalificação do Jardim de Santa Justa, em Moura. …