O Colégio dos Leões da Universidade de Évora acolhe, entre os dias  1 e 13 de agosto, a Escola de Verão “Craftsmanship Meets Digital Fabrication – Design & Build”, uma iniciativa internacional destinada a estudantes universitários e jovens profissionais de design e arquitetura oriundos de toda a Europa.

Tendo em vista fortalecer a tradição de construção e artesanato, com recurso a ferramentas digitais e simulações de computador, este programa reúne 16 participantes oriundos de institutos e universidades de 9 países- Portugal, França, Suíça, Eslováquia, Dinamarca, Holanda, Irlanda, Inglaterra e Canadá- com o objetivo de conceber e construir, num prazo de duas semanas, um dispositivo de sombreamento retráctil que ficará no Colégio dos Leões e integrará a paisagem urbana de Évora.

Esta experiência, que enfatiza a conexão com o ambiente e a temporalidade, procura fortalecer as habilidades de design através da experiência de fabricação, e misturando para tal a tecnologia high-tech -técnicas de fabricação digital, simulação ambiental- e lo-TEK- Conhecimento Ecológico Tradicional- representado pelo artesanato com cesteiros em tecelagem de vime e cana. 

Leonel Alegre, investigador do _ARTERIA_LAB e do Centro Magallanes_Indústrias Culturais e Criativas e responsável pela iniciativa, explica que “Durante duas semanas estes 16 estudantes vão desenhar e construir uma estrutura de sombreamento para o Colégio dos Leões combinando técnicas de fabricação digital, utilizando os equipamentos do _ARTERIA_LAB, e técnicas tradicionais de cestaria. É um trabalho colaborativo que junta engenheiros, designers, arquitetos, artistas, makers e artesãos.” reforçando que “Este é o espírito que queremos trazer para o _ARTERIA_LAB e para a Universidade de Évora: criar equipas transdisciplinares e desenvolver modelos de design colaborativo para responder a problemas práticos da sociedade. Interessa-nos muito também aproximar as novas tecnologias de base digital ao saber-fazer tradicional, como a cestaria, neste caso”

Além de promover esta partilha de ideias entre diferentes países e técnicas “Esta é também uma excelente oportunidade para apresentar a Universidade e a Escola de Artes a estudantes internacionais, recebendo-os da melhor forma e seguindo uma lógica sustentável.” como explica Leonel, “Eliminámos qualquer objeto descartável durante a summer school, reduzimos o consumo de carne nas refeições, e todos os estudantes recebem uma U-bike para se deslocarem pela cidade com reduzido impacto ambiental.”

Esta iniciativa é cofinanciada o âmbito do projeto INTERREG Portugal-Espanha Magallanes_ICC, e organizada pela Passa ao Futuro e a Dosta Tec, com o apoio do _ARTERIA_LAB, da Escola de Artes da Universidade de Évora, da Michelangelo Foundation for Creativity and Craftsmanship e a Por.ta.

Fonte: Universidade de Évora

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Moura: “Cravos – símbolo da Liberdade” é tema do Carnaval das Escolas

No próximo dia 9 de fevereiro, a Câmara Municipal de Moura, em colaboração com a comunidad…