A Empreitada de Conceção/Construção da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Alvito vai beneficiar 24 mil habitantes dos concelhos de Alvito, Cuba, Viana do Alentejo, Vidigueira e Portel, reforçando a fiabilidade deste sistema de abastecimento de água.

Foi assinado, a 14 de julho, o contrato da Empreitada de Conceção/Construção da Reabilitação da ETA de Alvito entre a AgdA – Águas Públicas do Alentejo, S.A. e a Acciona Agua, S.A., pelo valor de € 2.257.963,39 com um prazo de execução de 415 dias, onde se inclui a elaboração do projeto de execução.

Com vista à melhoria do funcionamento da instalação, a empreitada contempla intervenções nas infraestruturas de captação e otimização das condições de algumas etapas de processo de tratamento, prevendo ainda a renovação de uma das estações elevatórias (ETA de Alvito-Reservatório da Forca).

Com estas intervenções é elevada a fiabilidade em quantidade e qualidade do abastecimento de água às populações servidas por este Sistema de Abastecimento de Água, dos concelhos de Alvito, Cuba, Viana do Alentejo, Vidigueira e ainda o concelho de Portel, através da Águas do Vale do Tejo.

A ETA do Alvito serve atualmente uma população de 24.000 habitantes, e tem uma capacidade máxima de tratamento de 360 m3/h.

Esta empreitada permite potenciar a utilização de infraestruturas públicas implantadas no território, o que contribui para uma gestão integrada da utilização de recursos hídricos, crucial para uma região caraterizada pela escassez hídrica. Além disso, também prepara a ETA de Alvito para fazer face às variações de qualidade da água existente, fruto dos fenómenos associados às alterações climáticas que se fazem sentir na região.

Fonte: Nota de Imprensa / AgdA – Águas Públicas do Alentejo, S.A.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Insolvências aumentam 56% em janeiro de 2024

O primeiro mês de 2024 regista um aumento nas insolvências, com mais 159 empresas insolven…