ALCÁCER DO JAZZ 2021 de 6 a 15 de AGOSTO – ALCÁCER DO SAL

Primeira edição do evento reúne projetos e músicos de jazz de destaque em Alcácer do Sal e na Comporta

Com participação de Mário Laginha, Carlos Martins, Marta Hugon, Beatriz Nunes, Maria João, Salvador Sobral entre muitos outros músicos

Alcácer do Jazz é um novo Festival que nasce em Alcácer do Sal produzido pela Associação Sons da Lusofonia (ASL), com direção artística de Carlos Martins e promovido pela Câmara Municipal de Alcácer do Sal (CMAS) ao abrigo do programa Portugal 2020.

A sua inspiração tem como base as várias culturas que se cruzaram e cruzam em Alcácer, reconhecendo a riqueza da sua diversidade, apostando na celebração do património comum, mostrando o que hoje se faz sem evitar o confronto vivo das linguagens distintas que refletem também distintas identidades coletivas.

Neste contexto, a Associação Sons da Lusofonia em estreita colaboração com a Câmara Municipal de Alcácer do Sal e aplicando a experiência de 19 anos de organização, curadoria e produção da Festa do Jazz, desenvolveu o conceito deste evento que acontece, pela primeira vez, de 6 a 15 de agosto em Alcácer do Sal e na Comporta.

O evento Alcácer do Jazz foi pensado de forma a construir fóruns informais de debate, de gosto e de vivências, criando um sentimento de pertença a uma comunidade cada vez mais alargada e inclusiva como é prática nas produções ASL. Por isso é também de notar que a programação central dos concertos e encontros tem 50% de mulheres nos elencos. A ASL consolida assim a sua posição na questão da igualdade de género e de oportunidades ao passar das palavras à ação, algo essencial para criar um Portugal mais inclusivo.

A programação Alcácer do Jazz integra espetáculos de Mário Laginha, Carlos Martins, Marta Hugon, Beatriz Nunes, Maria João, Salvador Sobral e o trio Barradas-Toscano-Pereira, garantindo uma representação e igualdade de género na liderança dos projetos musicais em cartaz.

Em simultâneo, o evento Alcácer do Jazz promove momentos de encontro com a comunidade e de debate que se debruçam sobre os temas “Música e Cultura Mediterrânea”, “Matemática e Jazz” e o “Jazz nas Filarmónicas” que traz os jovens, de ambos os sexos, da música de Banda para o mundo da improvisação.

Segundo Carlos Martins, diretor artístico do evento, “apostar num Festival de Jazz em Alcácer do Sal é um acto de amor e de resistência feita pela afirmação da Cultura através da apresentação da melhor música improvisada feita em Portugal. A CMAS apostou no Jazz como música de Liberdade e de elaborada e trabalhosa conexão com o momento e com as pessoas. Este é um caminho para a Cultura em Portugal. Numa altura em que os artistas em geral e a comunidade do Jazz em particular sofre tantas limitações e tantos problemas artísticos e sociais, a CMAS com a ASL souberam pensar num festival que traz grandes vozes do jazz nacional e traz pensadores que têm uma relação concreta com a comunidade local pensando em termos globais”.

Todos os eventos integrados na programação Alcácer do Jazz são de acesso gratuito mediante lotação dos locais sem necessidade de reserva prévia.

PROGRAMAÇÃO ALCÁCER DO JAZZ 2021

6 de agosto | 21H00
Mário Laginha Trio
Palco Rio Sado – Praça Pedro Nunes, Alcácer do Sal

7 de agosto | 21H00
Carlos Martins Quinteto, Sempre
Palco Rio Sado – Praça Pedro Nunes, Alcácer do Sal

8 de agosto | 21H00
Marta Hugon
Palco Aldeia da Comporta – Rua das Amoreiras, Comporta

10 de agosto | 19H00
Encontro Música e Cultura Mediterrânea
Varanda da Biblioteca Municipal de Alcácer do Sal

11 de agosto | 19H00
Encontro Matemática e Jazz
Varanda da Biblioteca Municipal de Alcácer do Sal

12 de agosto | 21H00
Beatriz Nunes Quinteto
Palco Rio Sado – Praça Pedro Nunes, Alcácer do Sal

13 de agosto | 21H00
Maria João, Ogre Electric
Palco Rio Sado – Praça Pedro Nunes, Alcácer do Sal

14 de agosto | 21H00
Salvador Sobral, BPM
Palco Rio Sado – Praça Pedro Nunes, Alcácer do Sal

15 de agosto | 20H00
Barradas-Toscano-Pereira Trio
Palco Rio Sado – Praça Pedro Nunes, Alcácer do Sal

15 de agosto | 21H30
Jazz nas Filarmónicas com elementos da “Calceteira” e da “Pazoa” e José Soares Trio
Palco Rio Sado – Praça Pedro Nunes, Alcácer do Sal

Fonte: Câmara Municipal de Alcácer do Sal

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Festival Imaterial – De 17 a 25 de maio, a cidade de Évora transforma-se num local de transmissão de saberes e culturas entre diferentes povos e gerações

A programação de 2024 integra concertos, um ciclo de cinema documental, conferências e con…