No âmbito do programa europeu de promoção do desenvolvimento urbano sustentável “URBACT”, co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), a Câmara Municipal de Évora viu aprovada a sua candidatura para integrar a rede de transferência de conhecimento “BioCanteens#2”, na área do ambiente.

Esta candidatura, em parceria com as Juntas de Freguesia, para além da aprendizagem e troca de experiências com outras cidades europeias, permitirá financiar a replicação em Évora de uma “boa prática” da cidade Francesa de Mouans-Sartoux, a distribuição de refeições escolares sustentáveis, suportadas no desenvolvimento de uma cadeia agroalimentar local de abastecimento.

Pretende-se assim consolidar o trabalho já desenvolvido no Concelho neste área, evoluindo tanto quanto possível do patamar actual, em que já foi implementada nas escolas do 1º ciclo de Évora a chamada “Ementa Escolar Sazonal Mediterrânea”, adaptada à sazonalidade dos produtos e recorrendo a uma significativa proporção de produtos locais, para a distribuição de refeições orgânicas compostas predominantemente por produção local, reduzindo-se também os desperdícios orgânicos e desenvolvendo-se a educação ambiental.

Este projeto será implementado ao longo dos próximos 18 meses, conta com um financiamento de 97.375,00 € (co-financiado a 85%) e tem como parceiras de Évora, para além de Mouans-Sartoux, as cidades de Wrocław (Polónia), Liège (Bélgica) e Gavà (Catalunha).

Fonte: Câmara Municipal de Évora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Câmara de Évora relança processo de requalificação da ESAG

Requalificação da Escola Secundária André de Gouveia (ESAG): após anos de insistência junt…