O Dia da Cidade (Dia de S. Pedro) foi assinalado em Évora com um programa de actividades culturais no Palácio de D. Manuel, onde foi agora criado um Centro Interpretativo que permite que habitantes e visitantes compreendam melhor a história da cidade.

Dotado de uma zona de exposição permanente uma sala de exposições temporárias e uma de conferências, o novo espaço volta a ter ligação directa do Palácio à Praça 1.º de Maio e torna-se também mais acessível às pessoas com mobilidade reduzida devido à instalação de uma plataforma elevatória.

O projeto inclui ainda novas instalações sanitárias, climatização de todos os pisos, insonorização da sala de conferências e sistemas de luminotecnia compatíveis com as exigências de conservação preventiva decorrentes da nova utilização do edifício.

As comemorações decorreram ao final da tarde do dia 29 de Junho de 2021 e iniciaram-se com um momento musical nas Arcadas Exteriores do Palácio D. Manuel, oferecido pela Orquestra Juvenil de Sopros de Évora, findo o qual teve lugar a sessão comemorativa do “Dia da Cidade” na Sala de Conferências. Esta iniciativa incluiu a conferência “Política, Urbanidade e Cultura” pelo Professor Catedrático Carlos Fortuna (Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra) e a apresentação da obra de Remodelação e Adaptação do Palácio de D. Manuel a Centro Interpretativo de Évora, pela Doutora Carmen Almeida (Coordenadora da Intervenção).

Os Presidentes da Assembleia Municipal (Carlos Reforço) e da Câmara Municipal de Évora (Carlos Pinto de Sá) proferiram intervenções alusivas a esta efeméride e ao trabalho de requalificação realizado no referido espaço, congratulando-se com mais esta obra que enriquece a cidade, permitindo preservar a memória e identidade eborenses.

Uma obra que se insere num ciclo de requalificação mais vasto que inclui o Salão Central Eborense e o Teatro Garcia de Resende, sendo hoje também já visível a recuperação de um conjunto de edifícios particulares no Centro Histórico, trabalho que valoriza mais Évora como Cidade Património Mundial.

O evento contou igualmente com a inauguração da exposição “Cidade Fotografia e Património – Évora Século XX”, na Sala de Exposições do Palácio e a visita guiada ao Centro Interpretativo da Cidade de Evora, feita pela Doutora Carmen Almeida.

Nas Arcadas Exteriores do Palácio D. Manuel actuou depois o ALLUREMENT TRIO (Barbara Barradas/Cátia Moreso/Vasco Dantas) e, à noite, teve lugar um concerto de António Zambujo, com Xavier Limon, no Jardim Público.

Fonte: Câmara Municipal de Évora

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Universidade de Évora recebe Exposição Itinerante Primaveras Estudantis

Coordenada por Álvaro Garrido, professor de História da Faculdade de Economia da Universid…