As populações de Alcácer do Sal, Grândola, Odemira, Santiago do Cacém e Sines vão continuar a beneficiar do preço reduzido de 40 euros nas viagens efetuadas nos transportes públicos rodoviários, com origem e destino nestes cinco concelhos e deslocações para a Área Metropolitana de Lisboa e Algarve. Este valor representa um investimento da CIMAL – Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral de cerca 940 mil euros por ano, permitindo aos cidadãos pouparem anualmente até 1350 euros.

Uma vez que as verbas que o Governo disponibiliza, no âmbito do Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART), são insuficientes e não permitiriam cumprir o que foi prometido às populações, esta redução do preço dos passes e a manutenção do serviço público de transporte só é possível graças ao investimento dos municípios que integram a CIMAL. 

Os cinco municípios da CIMAL apostaram na redução do valor dos passes para contribuírem para o aumento dos rendimentos às famílias. Pessoas que pagavam cerca de 150 euros por mês, passaram a pagar 40 euros graças à intervenção das cinco câmaras. É preocupante o governo não nos compensar de forma suficiente e é ridícula a verba que nos entregam. Garanto que vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para que esta medida não seja revertida”, afirma Vítor Proença, presidente da CIMAL e da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, que considera que o Alentejo Litoral não pode ser discriminado e exige igualdade nos apoios dados às várias regiões do País.

Fonte: Nota de Imprensa / CIMAL

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Primeiros quatro meses do ano registam aumento de 35% nas insolvências

As insolvências aumentaram 35% nos primeiros quatro meses de 2024, face ao mesmo período d…