A Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo) participou no congresso virtual “Azulejo: Património em Risco?”, que teve lugar nos passados dias 20 e 21 de maio, organizado pela Sociedade de Geografia de Lisboa com o propósito de promover a discussão em torno da salvaguarda deste património e da eficácia dos mecanismos existentes para a sua proteção.

Além de integrar a comissão científica do congresso, com a participação da técnica superior Deolinda Tavares, a DRCAlentejo apresentou o projeto que se encontra a desenvolver TILES – Transporte, Inventariação, Limpeza e Salvaguarda do Património Azulejar pertencente à DRCAlentejo, a cargo das técnicas superiores Ângela Barrigó e Maria Oliveira. O TILES integra o plano de atividades do Projeto Magalhães_ICC / INTERREG V-A Espanha-Portugal 2014-2020 (POCTEP).

A Direção Regional de Cultura encontra-se também a preparar outras iniciativas que visam a valorização e proteção do Património Azulejar do Alentejo, designadamente, o que integra o acervo do Museu Rainha Dona Leonor, em Beja – conjunto de azulejaria hispano-mourisca do século XV (sala do Capítulo) – acompanhando as preocupações que estiveram na origem deste congresso e que motivaram a abertura do processo de classificação de vários conjuntos de azulejos como Bens de Interesse Nacional, pela Direção – Geral do Património Cultural.

Fonte / Foto: DRCAlentejo – Nota de imprensa

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Lançamento do Livro e Filme “Évora e a Polifonia da Renascença” Jornadas Internacionais “Escola de Música da Sé de Évora”: Um Legado para o Futuro

A Eborae Musica-Associação Musical de Évora informa que no dia 24 de maio pelas 19h00 será…