Na reunião pública de 5 de maio foi aprovado por unanimidade para consulta pública o Projeto de Regulamento do Cartão Município Solidário. Este cartão visa unificar o Cartão Social do Munícipe e Évora Solidária, reenquadrando e regulamentando a atribuição dos benefícios sociais e alargá-los aos agregados familiares, residentes no concelho de Évora, que se encontrem em situação de vulnerabilidade económica e social.

A Câmara de Évora tem procurado melhorar as condições de vida dos mais fragilizados economicamente, sobretudo pensionistas, idosos e desempregados. Verificando que existem também munícipes que não estão nas situações acima referidas, mas que vivem com graves carências económicas, a autarquia decidiu alargar os apoios sociais a estes cidadãos. O cartão quer abranger não só o cidadão requerente mas também todo o agregado familiar.

O novo cartão quer dar acesso a benefícios no consumo de água, resíduos sólidos urbanos, saneamento e passes sociais nos transportes públicos urbanos, bem como comparticipação nos medicamentos prescritos pelo médico (parte não suportada pelo Estado) e outras despesas de saúde e de educação.

Dá igualmente benefícios no acesso a atividades culturais e desportivas promovidas pelo município, vantagens e serviços de entidades que tenham acordos com o município, descontos no comércio local de proximidade, no mercado de produtores e nas taxas de acesso a equipamentos municipais.

A câmara municipal deu parecer favorável, por unanimidade, à atribuição do estatuto de utilidade pública à Associação Académica da Universidade de Évora.

O Projeto de Requalificação de Espaços Exteriores da EB1 Heróis do Ultramar também obteve aprovação unânime. Pretende-se essencialmente a requalificação do campo de jogos ao nível de pavimentos e instalação de rede de proteção nos topos; reabilitação da área de equipamentos de recreio ao nível do pavimento de amortecimento e substituição de equipamento; e pavimentação da zona de ligação entre o edifício escolar, o refeitório e a zona de equipamentos de recreio.

Foi aprovada por unanimidade a atribuição de lote do Parque de Indústria Aeronáutica de Évora, com área de 10.459m2, à empresa Metalora, Lda. para instalação de uma unidade industrial com uma componente de fabricação de estruturas metálicas, componentes, máquinas e equipamentos e outra de reparação de máquinas e equipamentos, dirigida à indústria aeronáutica.

A Metalora iniciou a sua atividade em 2018 e surgiu da necessidade das empresas sediadas no PIAE de contratar serviços de assistência técnica especializada e desenvolvimento de soluções e equipamentos para melhorar o seu processo de fabrico. Presentemente a empresa está sediada na Zona Industrial de Almeirim Norte.

Esta empresa presta apoio a empresas nacionais e estrangeiras e tem projetado, fabricado e fornecido equipamentos às principais empresas do PIAE, nomeadamente Mecachrome e ao Grupo Embraer e ouras como a Tyco Eletronics, Kemet e Fundição Évora.

Fonte: Município de Évora / Nota de imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Segredos do Teatro Garcia de Resende revelados em ciclo de seis visitas guiadas e encenadas

Com a duração de duas horas, as visitas organizadas pela Câmara de Évora são gratuitas e e…