No European Research Ranking, a Universidade de Évora (UÉ) conseguiu subir cerca de 500 posições, no que diz respeito ao ano de 2020. A revelação foi feita pela própria academia alentejana, destacando que “agora encontra-se classificada na faixa dos 600, num conjunto global de mais de mil instituições europeias”.

Relativamente à classificação nacional, que inclui “45 universidades, centros de investigação e laboratórios portugueses”, a UÉ atingiu agora “o sexto lugar na categoria das Instituições de Ensino Superior, a qual é liderada pela Universidade Nova de Lisboa”, pode ler-se na nota informativa.

De acordo com a mesma fonte, “a UÉ realizou, em 2020, cerca de 800 parcerias nacionais e internacionais e participou em mais de 400 projetos, cinco dos quais enquanto instituição coordenadora”.

É ainda realçado que, “apesar da descida generalizada que se fez sentir no número de projetos financiados, devido aos impactos da pandemia na investigação, a UÉ apresenta uma subida significativa face aos resultados obtidos na edição do ano anterior”.

Acrescentou que esse feito “corrobora novamente a posição estratégica que a instituição tem procurado alcançar no âmbito da investigação, quer a nível nacional, quer internacional”.

Segundo a academia alentejana, “o European Research Ranking avalia um grupo de mais de mil instituições de 27 países europeus com projetos de investigação que recebem financiamento da Comissão Europeia”, explicando que “baseia a sua classificação nos dados fornecidos pelo Serviço Comunitário de Informação para a Investigação e o Desenvolvimento (CORDIS)”.

Revelou também que “alguns dos critérios de classificação utilizados são o número total de projetos em que a instituição participou ou o financiamento total alocado nesses projetos”, enumerando ainda “o número de parcerias e alianças, os índices de liderança em projetos e a diversidade de áreas de investigação”.

Autor: Redação DS / Marina Pardal

Foto: DS

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Escola de Saúde e Desenvolvimento Humano da UÉ reforça vontade de abrir curso de Medicina

Foi no dia 22 de abril que a Escola de Saúde e Desenvolvimento Humano (ESDH) da Universida…