Para assinalar o Dia Mundial da Voz, que se celebra a 16 de abril, a Sociedade Portuguesa de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SPORL-CCP) e a Sociedade Portuguesa de Terapia da Fala (SPTF), com o apoio da Alfasigma Portugal, lançam uma campanha que tem como objetivo sensibilizar os portugueses para os cuidados a ter com a voz.

A iniciativa ‘UM MUNDO MUITAS VOZES’ conta, desde do dia 1 de Abril, com a construção de um mosaico de vozes de pessoas que, através das páginas de Facebook da SPORL-CCP e da SPTF, partilham diariamente em vídeo a sua reflexão sobre a importância da voz para o seu dia-a-dia e profissão.

Durante esta campanha também será disponibilizado ao público em geral um questionário online (VHI – Voice Handicap Index) que avalia o impacto dos problemas de voz no dia-a-dia, e que pode indicar a necessidade de consultar um especialista nesta área. Para além deste questionário, um outro estará também disponível online – o QuizzVocal – que esclarece as dúvidas relativamente ao nosso instrumento vocal, contribuindo para a literacia sobre o tema.

A campanha ‘UM MUNDO MUITAS VOZES’ inclui ainda no dia 16 com um concerto online nas páginas de Facebook de ambas as sociedades científicas com a terapeuta da fala e cantora, Isabel Couto, que vai interpretar a história musicada “Gabriel, o Galo Cantor”. Este concerto começa às 14h, é destinado à população infantil e poderá ser visualizado em casa ou nas escolas pela comunidade educativa.

A voz é a principal ferramenta de comunicação linguística e emocional, sendo crucial para o desempenho do trabalho diário de mais de 30% da população ativa mundial, pelo que através destas iniciativas, a SPORL-CCP e a SPTF têm como intuito final sensibilizar a população para os sinais e sintomas de patologia vocal e fornecer informação relativa à sua prevenção.

O bem-estar vocal pode ser afetado por variadas razões, nomeadamente o uso vocal intenso ou inadequado, a alimentação, a privação de sono, o fumo do tabaco, as alterações hormonais e o refluxo gastroesofágico, entre outras. E alguns dos sinais de alerta para a patologia vocal podem incluir esforço ao falar ou engolir, sensação de dor, aperto, ardor na garganta, enfraquecimento ou perda de voz (afonia ou disfonia), rouquidão, secura, tensão muscular ou sensação de corpo estranho nas cordas vocais.

Fonte: SPORL-CCP e SPTF / Nota de imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Investigadores da Universidade do Minho concluem que volume do cérebro tem impacto na perceção do stress

Um estudo de investigadores da Escola de Medicina da Universidade do Minho encontrou uma c…