Em reunião pública de 24 de fevereiro, o presidente da Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá, deu conhecimento do êxito que teve o conjunto de diligências feitas para que o custo dos passes ferroviários baixasse nos concelhos servidos pela linha ferroviária Lisboa/Évora.

Recorde-se que este desconto estava previsto somente para Vendas Novas, como indicava a proposta da CP – Comboios de Portugal dirigida à CIMAC – Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, no âmbito do PART – Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos.

Agora os utentes de Évora, Montemor-o-Novo, Viana do Alentejo e Vendas Novas poderão vir a beneficiar de um desconto de 40% nos seus passes mensais. Uma medida considerada de significativa importância para a mobilidade entre o Alentejo Central e a Área Metropolitana de Lisboa.

Nesta reunião, Carlos Pinto de Sá informou que, apesar da pandemia, se prevêem diversos investimentos de expansão em Évora, com a criação de dezenas de postos de trabalho, nomeadamente nas empresas Tyco Electronics e Mecachrome e, ainda, novos investimentos a ter lugar no Aeródromo Municipal.

O autarca fez também o ponto de situação da pandemia, informando que o concelho já está no risco moderado, contando ainda com três surtos, mas sem preocupação acrescida. Informou que o Estado português está a receber menos vacinas que as contratadas, pelo que o Plano Nacional de Vacinação sofre atrasos.

Prevê-se que só em setembro se atinja a imunidade de grupo, o que levará a que, entre outros eventos, a edição de 2021 da Feira de S. João provavelmente não se possa realizar.

A Arena de Évora foi cedida para Centro de Vacinação Concelhio, tendo o trabalho sido iniciado pela vacinação de bombeiros e forças de segurança. Nos próximos dias, começará a vacinação da população consoante as prioridades estabelecidas pelas autoridades sanitárias.

A vereadora Sara Fernandes, em nome dos eleitos pela CDU, manifestou preocupação pela abertura de apenas três lugares no concurso para recrutamento de enfermeiros lançado pela Administração Regional de Saúde do Alentejo, quando há, pelo menos, 22 enfermeiros a trabalhar em situação precária. Considerou que esta decisão fica muito aquém das necessidades do Serviço Nacional de Saúde e não se compreende quando há tanta falta de enfermeiros.

A vereadora Sara Dimas Fernandes felicitou os professores da Universidade de Évora, Paulo Quaresma e Teresa Pinto Correia, pelos seus novos cargos nacionais de relevância. Teresa Pinto Correia, professora do Departamento de Paisagem, Ambiente e Ordenamento da Universidade de Évora e diretora do Instituto Mediterrâneo para Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento foi nomeada para membro do Conselho Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. Paulo Quaresma, professor do Departamento de Informática da Universidade de Évora assumiu, no dia 15 de fevereiro, o cargo de vogal do Conselho Diretivo da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

O vereador António Costa da Silva deixou também uma nota de felicitação pela qualificação do atleta eborense José Cabeça na prova de esqui de fundo (10 quilómetros, estilo livre) no Campeonato do Mundo de Esqui Nórdico (Alemanha), classificação que lhe abre portas para a representação de Portugal nos Jogos Olímpicos de Inverno.

Foram aprovados o Projeto de Requalificação da Ludoteca (com a abstenção dos Vereadores do PS), situada no Parque Infantil Almeida Margiochi e o Protocolo de Cooperação entre o Município de Évora e o Grupo Pro-Évora (por unanimidade) tendo em vista a elaboração e execução de projeto de arquitetura paisagista para o Cromeleque e o Menir dos Almendres bem como a sua envolvente.

Fonte: Município de Évora / Nota de imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Caras em pedra espalhadas pelo centro histórico vão agora “invadir” os bairros de Évora

Este trabalho do artista eborense Bernardo Bagulho, denominado Pedras Rolantes, resulta de…