A Guarda Nacional Republicana (GNR), para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre os dias 12 e 18 de fevereiro, que visaram, não só, a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contra-ordenacional.

Dessas operações há a registar 294 detidos em flagrante delito, destacando-se 106 por condução sem habilitação legal; 40 por condução sob o efeito do álcool; 24 por tráfico de estupefacientes; 22 por furto; e 22 por posse ilegal de armas e arma proibida.

Há ainda a salientar a apreensão de 1 117 doses de haxixe; 344 doses de folhas de canábis; 282 doses de heroína; 146 doses de cocaína; 28 armas brancas ou proibidas; 14 armas de fogo; 2 331 munições de diversos calibres; 24 veículos; e 12 756 euros em numerário.

Quanto ao trânsito, foram detetadas 8 453 infrações, destacando-se 3 008 por excesso de velocidade; 693 por falta de inspeção periódica obrigatória; 368 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças; 328 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização; 318 relacionadas com tacógrafos; 307 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução; 272 por falta de seguro de responsabilidade civil; e 100 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei.

Fonte: GNR / Nota de imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

GNR assinala Dia da Discriminação Zero

Objetivo é consciencializar a população para as diferentes formas de discriminação e desig…