A Guarda Nacional Republicana (GNR), em parceria com a Microsoft Portugal, lançou hoje a operação “Internet Mais Segura 2021”, que se materializa através de ações de sensibilização digitais direcionadas para a comunidade escolar.

Esta iniciativa é promovida no âmbito do Dia da Internet Mais Segura, que se assinala a 9 de fevereiro.

Segundo a GNR, o objetivo da campanha é “contribuir para a prevenção de comportamentos de risco inerentes à utilização da internet”.

Face à atual conjetura pandémica, a utilização das tecnologias no meio escolar foi determinante para permitir dar continuidade ao ensino não presencial, sendo neste enquadramento especial que a GNR e a Microsoft Portugal se associaram para disponibilizar conteúdos digitais que visam sensibilizar a comunidade escolar, de 9 a 12 de fevereiro, através das Secções de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário (SPC).

Estas ações irão focar-se nas crianças, jovens, encarregados de educação e agentes educativos para questões como o cyberbullying,  furto de identidade, privacidade, incorreção das fontes de informação, vírus informáticos e a dependência da internet, com destaque para os videojogos, e serão divulgadas através de 892 estabelecimentos de ensino que se associaram a esta iniciativa, sendo previsível alcançar mais de 105 000 alunos.

A GNR aconselha ainda que se tenham alguns cuidados para melhorar a sua privacidade online, evidenciando as seguintes dicas:

– Use passwords fortes;

– Não guarde os seus dados pessoais no navegador da internet;

– Não partilhe dados privados nas redes sociais e nos sites de consulta;

– Mantenha o seu antivírus atualizado;

– Verifique e controle a dependência de internet junto dos seus familiares e amigos.

Fonte: GNR / Nota de imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Polícia Judiciária de Évora divulga conselhos para uma utilização mais segura da internet

A propósito do Dia da Internet Mais Segura, que se assinala hoje, o inspetor-chefe Paulo C…