Face à evolução da situação epidemiológica em Portugal, onde o concelho de Évora não é exceção, foi necessário proceder, nos últimos dias, à ativação de vários mecanismos de resposta ao nível do apoio para os profissionais cuja mobilização ou prontidão para o combate à pandemia Covid-19 impossibilite que prestem assistência aos filhos menores de 12 anos.

À semelhança do que ocorreu em março de 2020, estão agora novamente definidos os estabelecimentos de ensino, creches, creches familiares ou amas que promovam o acolhimento dos filhos ou outros dependentes a cargo dos trabalhadores cuja mobilização ou prontidão para o serviço obste a que prestem assistência aos mesmos.

Assim, no concelho de Évora ficou estabelecido que a Escola Básica André de Resende será a escola de referência, acolhendo as crianças provenientes dos quatro agrupamentos de escolas.

A par disso, as seguintes creches, pré-escolar, mais uma ama, estarão igualmente em funcionamento: Jardim Infantil Nossa Senhora da Piedade; Fundação Alentejo; CSP S. Brás – Equipamento S. Paulo; Cáritas Diocesana de Évora e CSP S. Brás – Equipamento S. João de Deus.

Fonte: Município de Évora / Nota de imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Vídeo sobre a pandemia feito por aluno de Évora tem tido “feedback” positivo

Trabalho do jovem de 14 anos já foi mostrado em várias escolas. Foto: Miguel Madeira …