Foram entregues 50 cabazes com bens essenciais a alunos cabo-verdianos que frequentam a Universidade de Évora (UÉ). Esta iniciativa decorreu no âmbito do projeto Cabo Verde na UÉ, criado há três anos por um estudante de doutoramento em Bioquímica, para apoiar os alunos deste país que aqui frequentam o ensino superior.

A vereadora da Educação, Sara Dimas Fernandes, efetuou, no dia 6 de janeiro, a entrega desses cabazes com bens essenciais aos alunos cabo-verdianos que frequentam a UÉ.

Segundo a autarca, “tratou-se, essencialmente, de um gesto de solidariedade simbólico em nome dos eborenses”, relembrando que “Évora foi sempre uma cidade acolhedora e, apesar da pandemia, consegue continuar a transmitir este espírito, de cidade por onde passaram diversas civilizações e de colaboração com este projeto, que é informal, mas tem já um trabalho meritório que quisemos também reconhecer”.

Para mais informações sobre o projeto Cabo Verde na UÉ pode ser consultada a sua página de Facebook, espaço que, segundo os estudantes, tem como principal objetivo apresentar “informação relevante que potencie o envolvimento e integração desses alunos de modo a garantir uma relação de maior proximidade com a UÉ e com a cidade”.

Fonte: Município de Évora / Nota de imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Évora apela à inscrição de mais cidades na rede internacional “Mayors for Peace”

A rede tem como objetivos a luta pela paz no mundo e pela abolição das armas nucleares. …