O concerto por Borealis Ensemble – António Carrilho (flautas de bisel), Sara Braga Simões (voz), Helena Marinho (piano) e Catherine Strynckx (violoncelo), no Convento dos Remédios, em Évora, vai acontecer no dia 10 de janeiro, pelas 11 horas.

Segundo a organização, o horário do evento, promovido pela Eborae Musica – Associação Musical de Évora, teve de ser alterado devido ao recolher obrigatório em Évora ser às 13 horas, no próximo fim de semana.

Programa -1ª parte – Brasão -Vianna da Motta (1868-1948): Canção perdida (arranjo para flauta e piano); Vasco Negreiros (1965: “De todos os cantos do mundo” e “Tive amigos que morriam”, das Cinco canções do mar (voz e piano); David de Souza (1880-1918): Gondoliera (violoncelo e piano); Nuno da Rocha (1986): O mar nos teus olhos (voz, flauta, violoncelo e piano; estreia); 2ª parte – Mar português – Fernando Lapa (1950): O mar também é abismo (violoncelo e piano);Berta Alves de Sousa (1906-97): Canção marinha (voz e piano); Rui Soares da Costa (1958): Mar portuguez (voz e piano); Isabel Soveral (1961): Salsugem (voz, flauta, violoncelo e piano; estreia); 3ª parte – O Encoberto – António Fragoso (1897-1918): Canção e dança portuguesa (arranjo para flauta e violoncelo); Ernesto de Mello e Castro (1932-2020): Canção do Encoberto (voz e piano); Fernando Lopes-Graça (1906-94): Pescador da barca bela (voz e piano); Frederico de Freitas (1902-80): Nocturno (flauta e piano); Hugo Vasco Reis (1981): Oceano nox (voz, flauta, violoncelo e piano; estreia)

O Borealis Ensemble é um grupo de câmara de formação variável, liderado por António Carrilho (flautas de bisel) e Helena Marinho (piano e pianoforte), com atividade continuada desde 2015, e repertório abrangente desde o período barroco até aos nossos dias. Com apresentações em salas e festivais de renome nos últimos 5 anos, o Borealis Ensemble também já gravou dois CDs, incluindo obras que lhe foram dedicadas. Dois dos seus projetos foram distinguidos em concursos da Direção-Geral das Artes. Neste projeto, que contou com o apoio da Direção-Geral das Artes, Universidade de Aveiro, e INET-md, juntam-se ao ensemble Sara Braga Simões (soprano) e Catherine Strynckx (violoncelo).

A Organização é da Associação Eborae Musica, entidade financiada pelo Ministério da Cultura – DGArtes, com apoio da Câmara Municipal de Évora, Diário do Sul, Antena 2, Rádio Diana, A Defesa e Registo.

Fonte: Eborae Musica / Nota de imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Ermida de S. Brás, em Évora, irá beneficiar de obras de conservação

O projeto é da Direção Regional de Cultura do Alentejo, que também fiscalizará a obra, res…