“Cerca de 50 por cento da população no Lar da Associação de Cabeção de Solidariedade aos Trabalhadores Idosos está infetada com Covid-19”, anunciou hoje o presidente da Câmara de Mora, Luís Simão de Matos, na página de Facebook do município.

Acrescentou que “são 20 funcionários e 30 utentes”, alertando que “é uma situação extremamente grave”.

Nesse sentido, o autarca apelou “aos habitantes de Cabeção que só saiam de casa para resolver questões estritamente necessárias, até se conhecer a dimensão do problema”.

Disse ainda que “aguarda-se ansiosamente que as autoridades, nomeadamente a Segurança Social e a Administração Regional de Saúde do Alentejo, deem resposta à situação”, lembrando que, “desde o dia 14 de dezembro, que se sabe que há utentes do referido lar infetados e que lá continuam”.

Segundo Luís Simão de Matos, “este lar debate-se com uma enorme falta de recursos humanos, pelo que quem estiver disponível para colaborar deve entrar em contacto com a Junta de Freguesia de Cabeção para o telefone 266 447 180”.

Num outro comunicado, a Câmara de Mora adiantou que, “atendendo ao agravamento da situação epidemiológica no concelho, a Comissão Municipal de Proteção Civil, em articulação com as restantes entidades, autarquia local e autoridade de saúde, entendeu implementar uma Zona de Concentração e Apoio à População (ZCAP- Alojamento Sanitário COVID-19 –Mora)”.

Explicou que “trata-se de uma estrutura municipal para alojamento temporário de emergência de pessoas em isolamento profilático e/ou em situação de infeção confirmada de Covid-19 que, face à avaliação clínica, e por indicação das autoridades de saúde, não determine a necessidade de internamento hospitalar”.

Nesse sentido, “a Câmara de Mora disponibilizou o Pavilhão Municipal de Exposições do Parque de Feiras da vila para o efeito, criando todas as estruturas e equipando o espaço de forma a proporcionar o maior conforto possível”, indicou a mesma fonte.

Acrescentou que “este tipo de alojamento tem como principal objetivo a prevenção da propagação da doença, bem como assegurar que os utilizadores recebem os cuidados que necessitam, desde alimentação, cuidados de higiene, proteção, segurança e acompanhamento médico e cuidados de enfermagem adequados”.

Neste momento, “o ZCAP- Alojamento Sanitário COVID-19 –Mora tem disponíveis 40 camas, podendo o espaço ser alargado e receber até 50 camas”, esclareceu o município, frisando que “uma parte do equipamento é fornecido pelos lares do concelho e a restante fica a cargo da autarquia”.

Autor: Redação DS / Marina Pardal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Equipamento Municipal de Apoio ao HESE já deu resposta a quase 30 doentes com Covid-19

O Equipamento Municipal de Apoio ao Hospital do Espírito Santo de Évora a Doentes Covid-19…