Numa altura em que cada vez mais pessoas estão a ser impactadas pela pandemia de COVID-19, é mais importante do que nunca juntar esforços e contribuições para ajudar quem está no terreno no apoio às famílias.

Por isso, a Nissan Portugal responde ao apelo #EuAjudoQuemAjuda da Cruz Vermelha Portuguesa, cedendo um Nissan LEAF durante para ajudar durante os próximos meses nas deslocações do pessoal médico e sanitário desta instituição.

Antonio Melica, diretor-geral da Nissan em Portugal, comenta: «Na sequência do que já havíamos feito durante a primeira fase desta pandemia, assumimos de novo a nossa obrigação de contribuir, na medida das nossas possibilidades, para minorar os efeitos da COVID-19 na vida das pessoas. Este é um compromisso que que faz parte da nossa Missão de marca e que assumimos em tudo o que fazemos, nomeadamente na descarbonização e defesa do ambiente, contribuindo para um futuro melhor para todos. Poder contribuir através da Cruz Vermelha Portuguesa, que desempenha um papel humanitário chave na melhoria da vida de todos, é para nós motivo de grande orgulho».

Segundo Francisco George, presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, «Esta é uma etapa decisiva para as respostas de prevenção e controlo da Pandemia. Com este apoio da Nissan, que tem vindo a ser um fiel parceiro de boas causas e com quem sabemos poder contar, a nossa capacidade de resposta será, efectivamente, mais rápida. Os nossos voluntários e colaboradores que ao longo dos últimos meses têm sido incansáveis passam a ter, agora, mais um recurso disponível.»

O Nissan LEAF é o pioneiro e líder da Mobilidade Elétrica, com mais de 5 mil unidades a circularem atualmente nas estradas nacionais. Enquanto símbolo da Mobilidade Inteligente Nissan, o LEAF representa o comprometimento da marca em tornar a mobilidade mais sustentável e contribuir assim para uma vida mais saudável de todos os cidadãos.

Fonte: Nissan / Nota de imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Estudantes da UÉ reforçam monitorização dos contactos dos doentes de Covid-19

São 46 os estudantes da Universidade de Évora que estão já a contribuir para reforçar tant…