A Universidade de Évora (UÉ) arranca hoje com a implementação de um Programa de Rastreio à Covid-19 que consiste na realização semanal de testes por RT-PCR (exsudado nasofaríngeo) à comunidade académica, por amostragem aleatória estratificada.

Em complemento, está prevista a realização de testes imunológicos após a identificação de surtos, nestes casos, com abrangência variável, definida de acordo com a situação.

Este programa de rastreio à Covid-19 prevê a realização de 75 testes semanais (45 estudantes, 15 docentes, dez trabalhadores não-docentes e cinco investigadores) selecionados hoje por algoritmo aleatório e notificados por correio eletrónico.

A testagem dos elementos selecionados está agendada para o próximo dia 11 de novembro, quarta-feira, a ter lugar na Escola Superior de Enfermagem S. João de Deus desta universidade.

A reitora da UÉ, Ana Costa Freitas, refere que “a participação é voluntária, mas fortemente encorajada, atendendo a que se trata de uma medida para monitorização e contenção da transmissão da doença”.

A iniciativa enquadra-se nas atividades da Unidade de Testes Covid-19, através do projeto ARCO – Alentejo Region Applied Research for COVID-19, candidatado no âmbito do Portugal 2020 – Programa “Testar com Ciência e Solidariedade” – Covid-19.

Fonte: Universidade de Évora / Nota de imprensa