O Dark Sky® Alqueva foi distinguido internacionalmente como Europe’s Responsible Tourism Award 2020 e Europe’s Leading Tourism Project 2020, nos World Travel Awards.

O anúncio destas distinções foi feita a 2 de novembro, destacando Apolónia Rodrigues, presidente da Associação Dark Sky®, que “é uma grande honra podermos contar com esta dupla distinção nos aclamados World Travel Awards, considerados os ‘Óscares do Turismo’”, constatando que “são sem dúvida dois prémios que acarretam uma grande responsabilidade”.

Relembrou que, “no ano passado, o Dark Sky® Alqueva passou a fazer parte dos destinos premiados pelos World Travel Awards com a atribuição do Europe’s Responsible Tourism Award 2019”.

Segundo a associação, “o Dark Sky® Alqueva é o primeiro destino de astroturismo português, cuja criação remonta a 2007”.

Destacou que, “tendo por base o conhecimento adquirido que permitiu acreditar e apostar no astroturismo como uma importante tendência futura da procura turística, avançou-se em 2007 para o desenvolvimento de um destino sustentável em que o recurso céu noturno fosse o pilar da base de trabalho”.

A mesma fonte referiu que “aliado ao desenvolvimento turístico sustentável, a nossa missão reside ainda em proteger o céu noturno e com isso trabalhar com o objetivo de atingir valores próximo de zero, no que diz respeito à poluição luminosa”.

Recordou que, “em 2011, o Dark Sky® Alqueva tornou-se o primeiro Starlight Tourism Destination do mundo e, em 2018, o primeiro transfronteiriço”.

A associação realçou também que “começou com seis concelhos portugueses, aos quais se associaram Mértola, Évora, Serpa e Redondo e hoje abrange uma área, entre Portugal e Espanha, de 9.700,00 km2 em torno do Lago Alqueva”.

Especificou que “a Rota Dark Sky® oferece diversas atividades de observação astronómica a olho nu ou com telescópios, que podem ser realizadas no Observatório Oficial Dark Sky®, na Cumeada, ou em qualquer zona do território certificado sempre guiadas por um Guia Dark Sky®”.

Para além destas atividades, foram desenvolvidas outras complementares que podem ser realizadas à noite, mas também de dia, tais como passeios pedestres que combinam património e natureza, canoagem, yoga do Sistema Solar, passeios a cavalo, passeios e workshops fotográficos, passeios vínicos e provas de vinho normais e cegas, team building, orientação, bird watching, wildlife watching, entre outras sob consulta.

Das atividades que podem ser realizadas de noite, destacam-se os workshops de astrofotografia privados ou em grupo, liderados pelo astrofotógrafo internacional Miguel Claro.

Das experiências de carácter diurno, realçar os passeios de barco pelo Alqueva, a pesca, o Sunset Dark Sky® com observação do sol através de telescópio solar, acompanhado de aperitivo Gin Sharish ou Cocktail não alcóolico, e ainda o balonismo ao nascer ou ao por do sol.

“Estas são algumas das atividades mais procuradas, mas a nossa equipa e os nossos parceiros estão sempre disponíveis para novas criações e desenvolvimento de programas por medida”, garantiu a associação.

Acrescentou que “para conhecer as nossas atividades e parceiros, visite o nosso website www.darkskyalqueva.com, adiantando que “desde o final do ano passado que o Dark Sky® Alqueva tem vindo a introduzir melhorias, a diversificar a oferta de atividades e a aumentar a rede de parceiros locais, os quais estarão brevemente visíveis no nosso website”.

A mesma fonte revelou que “o conceito Dark Sky® também tem crescido a nível nacional, fruto de parcerias regionais, originado assim o nascimento do Dark Sky Aldeias do Xisto, em parceria com a ADXTUR, e o Dark Sky Vale do Tua, em parceira com a ADRVT, formando assim a Rede Dark Sky® Portugal”.

Focou que esta rede conta assim “com três destinos já certificados pela Fundação Starlight, representando uma área de 12 947,38 km2 e posicionando o nosso país como aposta de um destino internacional líder no Astroturismo”.

Fonte: Dark Sky® Alqueva / Nota de imprensa