O encaminhamento de um idoso para o Hospital do Espírito Santo de Évora que testou positivo à COVID-19 fez disparar os alarmes no concelho de Évora.

O utente do lar ilegal situado numa freguesia rural foi transportado na quinta-feira, tendo na madrugada de sexta-feira sido conhecido o resultado. Face a isso, foram realizados testes aos restantes utentes e a todos os funcionários do lar que testaram também positivo. Ao todo são 39 pessoas.

Entretanto, os idosos foram avaliados no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), tendo ficado oito internados na enfermaria COVID e os restantes regressado às instalações enquanto não são transferidos para um espaço alternativo, uma residência da Universidade de Évora.

O presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto Sá afirmou que tudo aponta que o realojamento dos utentes vá decorrer a partir de amanhã ou na quarta-feira, sendo os serviços de prestação de cuidados aos idosos assegurados por uma equipa de profissionais que a Segurança Social indicou.

Até ao momento são conhecidos mais seis casos positivos na comunidade relacionados com o surto neste lar, não podendo ser afirmado que haja transmissão comunitária, embora o risco seja considerado elevado.

AUTOR: Maria Antónia Zacarias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Hospital de Évora deteta surto de COVID em doentes internados em medicina 1 e psiquiatria

Quatro doentes internados em Medicina 1 e um outro em Psiquiatria, no Hospital do Espírito…