Com o objetivo de melhorar a segurança e as condições de circulação de peões na Rua João de Deus, uma das principais vias do eixo pedonal do Centro Histórico de Évora, a câmara municipal decidiu eliminar a exceção que permitia o acesso para cargas e descargas na zona do entroncamento com a Rua das Galvôas.

A criação do lugar de cargas e descargas neste local da Rua João de Deus, inicialmente destinado a facilitar as operações de logística dos comerciantes estabelecidos na zona, veio a revelar-se perturbadora para um espaço que se pretende de carácter puramente pedonal. A prática acabou por demonstrar que o espaço é constantemente utilizado por veículos em estacionamento abusivo, com os consequentes constrangimentos resultantes da realização de manobras que ocasionam o estrangulamento dos canais naturais de circulação de peões.

Nesta conformidade, a Câmara Municipal de Évora tomou a decisão de eliminar o lugar reservado a cargas e descargas na Rua João de Deus junto ao entroncamento com a Rua das Galvôas, transferindo-o para a bolsa de estacionamento existente na Rua de Santa Catarina, entre a Rua das Galvôas e a Travessa do Imaginário.

A medida terá efeitos a partir das 19h30 do próximo dia 24 de agosto, sendo para o efeito colocadas barreiras físicas que impedirão a circulação de veículos.

A Câmara Municipal de Évora agradece a compreensão de todos, na certeza de que a medida adotada, apesar de implicar alguns constrangimentos para os agentes estabelecidos na zona, vai no entanto ao encontro do interesse coletivo, promovendo a segurança dos cidadãos e a imagem pública da cidade.

Fonte: Câmara de Évora / Nota de imprensa