O Município de Montemor-o-Novo assinou, no dia 7 de agosto, o protocolo de parceria com o Campo Arqueológico de Mértola, relativo ao projeto “Turismo Arqueológico no Alentejo: Presente ao Passado”, cuja candidatura a financiamento pelo Turismo de Portugal já foi aprovada.

De acordo com a Câmara de Montemor-o-Novo, “este projeto visa reativar os itinerários arqueológicos do Alentejo implementando ações imateriais que visam a aposta nas tecnologias da informação como mecanismo atual e prioritário na educação, comunicação e disseminação de informação, modernizando a oferta turística arqueológica do Alentejo, enquanto produto distintivo e em complementaridade com os demais produtos turísticos”.

Segundo a autarquia, o objetivo é “alcançar a sustentabilidade social, ambiental e económica, garantindo a preservação e valorização dos bens patrimoniais e da história como ativo inato”.

Acrescentou que, “concretamente para o concelho de Montemor-o-Novo, este projeto terá impacto e benefício na fruição, valorização e comunicação da Gruta e Povoado do Escoural, melhorando a sua divulgação através das novas tecnologias e integrando em rede com outros sítios arqueológicos”.

Os parceiros deste projeto são a Direção Regional de Cultura do Alentejo, a Universidade de Évora e a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, bem como os municípios de Montemor-o-Novo, Beja, Campo Maior, Mértola, Monforte, Ourique, Santiago do Cacém e Vidigueira.

Fonte: Município de Montemor-o-Novo