A votação online do nome do abutre-preto nascido na Herdade da Contenda, em Moura, encerrou ontem pelas 18 horas.

Segundo a Câmara de Moura, “os nomes mais votados foram Tomina (73 votos), Chaparrito (69 votos), St. Aleixo (64 votos), Esteva (56 votos) e Medronho (46 votos)”, salientando que “a votação foi bastante concorrida, com 203 participações e 406 nomes sugeridos”.

A mesma fonte realçou que, “entretanto, as análises realizadas às penas permitiram identificar o sexo do jovem abutre. Tratando-se de um macho, o nome escolhido pela votação foi Chaparrito”.

Destacou também que “este nome faz parte da toponímia da Herdade da Contenda, sendo uma mancha florestal constituída por sobreiros e algumas azinheiras, na zona sul da herdade no limite com Espanha”.

De acordo com a autarquia, “o jovem Chaparrito foi ontem marcado com um emissor de satélite num processo coordenado pela Liga para a Proteção da Natureza. O emissor irá permitir acompanhar remotamente os movimentos da ave, assim que se ausentar do ninho onde nasceu. Este processo, de emancipação dos pais, ainda irá demorar dois a três meses, período após o qual a Herdade da Contenda disponibilizará informação ao público dos movimentos da ave”.

A ação foi realizada às primeiras horas da manhã, de forma a evitar a exposição do Chaparrito ao calor e contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Moura, Álvaro Azedo, e do presidente do Conselho de Administração da Herdade da Contenda, Manuel Bio.

O Município de Moura agradeceu “a cedência do emissor pela Vulture Conservation Foundation, no âmbito de um projeto apoiado pela Fundação MAVA”.

Fonte: Município de Moura / Nota de imprensa